Corner Left

Receba as principais notícias do Glorioso 1904 no seu WhatsApp!

WhatsApp Seguir

Futebol

APRENDEU OS BONS MODOS NO BENFICA! EDERSON FAZ PAPEL DE 'PAI' E PROTEGE 'CRIA' DO MANCHESTER CITY

Guardião brasileiro deu que falar devido a momento protagonizado no último jogo dos citizens

Ederson Moraes
Ederson Moraes

  |

Icon Comentário0

O antigo guarda-redes do Benfica, atualmente ao serviço do Manchester City, Ederson Moraes voltou a dar que falar devido a momento durante o triunfo conquistado pelo Manchester City diante do Burnley, por 3-1. O brasileiro interviu numa discussão entre Rico Lewis (jovem dos sky blues) e Connor Roberts para defender o colega mais novo.

"Vou apoiar os meus companheiros de equipa em quaisquer circunstâncias. Vou sempre tentar protegê-los da melhor maneira que conseguir, especialmente, os mais jovens, como é o caso do Rico", começou por afirmar.


"Ele só estava a colocar uma pergunta, porque houve um contacto sem bola como o John Stones, antes dos empurrões. Eu limitei-me a defendê-lo. Faz parte do jogo, mas iria fazê-lo em qualquer circunstância", completou.


O Manchester City volta a entrar em campo esta noite, frente ao Brentford, fora de casa, com inicio agendado para as 20 horas, em jogo a contar para a 23ª jornada da Premier League, podendo os citizens aproximar-se do líder Liverpool.

Ederson Moraes - avaliado em 40 milhões de euros - cumpre a sétima temporada ao serviço do Manchester City. Na presente época, já marcou presença em 27 encontros oficiais na equipa de Pep Guardiola.



Futebol

Agustín Giay? San Lorenzo dá ajudinha das grandes Benfica

Atleta está avaliado em 8 milhões de euros e leva um golo e duas assistências em 2024

Agustín Giay, lateral do San Lorenzo, é um dos jogadores na mira do Benfica
Agustín Giay, lateral do San Lorenzo, é um dos jogadores na mira do Benfica

  |

Icon Comentário0

O San Lorenzo acredita que pode lucrar mais milhões com a ida de Agustín Giay para o Benfica. Segundo as últimas informações, o emblema argentino prefere aguardar algumas semanas para tomar uma decisão sobre o futuro do jovem lateral-direito de 20 anos.

“Os responsáveis do San Lorenzo consideram que o mercado europeu está a dar os primeiros passos e acreditam que, esperando algumas semanas, poderão subir o encaixe para valores acima dos sete milhões. E os dirigentes do clube de Almagro acreditam que o Benfica possa ser um desses interessados”, escreve o jornal ‘O Jogo’, na edição desta sexta-feira.


Importa lembrar que o Palmeiras de Abel Ferreira chegou-se mesmo à frente por Agustín Giay. Todavia, o San Lorenzo recusou a abordagem do clube brasileiro, acreditando que, com a abertura do mercado europeu, podem chegar ofertas mais lucrativas pelo jovem de 20 anos.


Em 2024, Agustín Giayavaliado em 8 milhões de euros – alinhou em 23 partidas: 13 na Copa da Liga da Argentina, seis na Copa Libertadores, três na Primeira Divisão e uma na Taça da Argentina, somando um total de 1.865 minutos. O jovem apontou ainda um golo e realizou duas assistências.

O lateral-direito está ao serviço do San Lorenzo desde 2019, altura em que chegou do Club Atlético Argentino de San Carlos para representar os juvenis. Desde então, Agustín Giay passou pelos vários escalões de formação, antes de se cimentar como membro da equipa principal do San Lorenzo, na época passada.



Futebol

Eduardo Dâmaso aponta dedo a liderança de Rui Costa no Benfica: “não se compreende”

Diretor editorial do Correio da Manhã deixou algumas críticas ao alto responsável das águias

Eduardo Dâmaso deixou críticas à gestão de Rui Costa no Benfica
Eduardo Dâmaso deixou críticas à gestão de Rui Costa no Benfica

  |

Icon Comentário0

Eduardo Dâmaso deixou algumas críticas à gestão de Rui Costa no Benfica. Num artigo de opinião no jornal ‘Record’, o diretor editorial do Correio da Manhã falou da escolha dos encarnados em Casper Tengstedt, ao invés de Viktor Gyokeres.

“O Benfica, já se sabe, tem muitos problemas. Tem um treinador mal amado por uma parte da massa associativa e um volume injustificado de contratações incompreensíveis. Rui Costa suavizou a transição do ‘vieirismo’ com um título saboroso, justamente conquistado, e não fez nada de especialmente mal feito na época finda”, começou por afirmar Eduardo Dâmaso.


“Tem, aliás, o mérito de defender a estabilidade como uma dimensão essencial, incontornável, de uma boa gestão, ao manter Roger Schmidt contra ventos e marés. Sobretudo, deve ter aprendido, com Frederico Varandas e com a recta final da candidatura de André Villas-Boas, que um líder não cede às exigências dos sectores mais radicais da bancada, nomeadamente aquela que se move pela acefalia de certo tipo de claques, hoje espaços entregues às mais espúrias lógicas da violência e do crime organizado”, refere o jornalista.


“Fez bem, Rui Costa, ao não deixar-se condicionar por meia dúzia de gritos, pela má educação que afasta do futebol as pessoas que têm com ele a relação certa: é uma paixão, mas apenas para os tempos livres. Racionalmente, não entra no topo de nenhuma prioridade essencial de vida”, argumenta Eduardo Dâmaso.

“O que não se compreende – e cada vez menos, agora que o antigo chefe do scouting do Benfica veio fazer declarações sobre o tema – é a forma como deixaram escapar Gyokers para os rivais lisboetas. Pelos vistos, segredo de polichinelo, o Benfica seguia o avançado sueco "há muito", como disse Pedro Ferreira, estava na "equipa sombra", falavam com o pai, por aí adiante. Fartaram-se, portanto, de namorar, de andar nos preliminares, mas faltou o instinto, a certeza, de que aquela seria uma paixão para levar a sério. Uma oportunidade de uma vida, que passou ao lado do Benfica”, afirma o jornalista.


“Em momento algum, pelos vistos, consideraram a hipótese de contratar o jogador o que, implicitamente, significa que não souberam avaliar as suas qualidades futebolísticas. Pior: não só não souberam fazer essa avaliação como acharam que Tengstedt faria facilmente as vezes de um ponta de laça raçudo, rematador, de elevada mobilidade e algum apuro técnico na relação entre a bola, o espaço e a decisão”, declara Eduardo Dâmaso.

“Tengstedt pode enganar-nos e explodir num campeonato qualquer para onde seja despachado. É muito improvável, mas, no limite, não se pode dizer que seja impossível. O futebol, por vezes, tem metamorfoses surpreendentes, ainda que muito raras. O que é mesmo certo é que a chamada ‘estrutura’ do Benfica não se notabilizou pelas contratações feitas, pela capacidade de recrutar talento, pelo serviço prestado às opções do treinador”, finaliza.


Futebol

Apesar de querer regressar ao Benfica, Ederson pode ter um novo destino no horizonte

Guardião brasileiro pode sair do Manchester City e já tem destino marcado

Apesar de ter afirmado que gostaria de regressar ao Benfica, Ederson pode sair do Manchester City e estar a caminho da Arábia
Apesar de ter afirmado que gostaria de regressar ao Benfica, Ederson pode sair do Manchester City e estar a caminho da Arábia

  |

Icon Comentário0

Apesar de ter afirmado recentemente numa entrevista que gostaria de regressar ao Benfica, o futuro de Ederson pode passar pela Arábia Saudita. O guardião, atualmente ao serviço do Manchester City, é o novo alvo do Al Ittihad para reforçar a baliza, tendo mesmo a equipa saudita realizado uma primeira abordagem pelo guardião de 30 anos.

Mesmo tendo mais dois anos de contrato com o Manchester City, o emblema inglês não deve dificultar a saída do internacional brasileiro para o Al Ittihad que caso se transferira para solo árabe pode ter a companhia do ex Benfica Jota.


Além de contar com o jogador português no plantel, o emblema saudita conta ainda com Karim Benzema, N’Golo Kanté e Fabinho nas suas fileiras. Apesar de todos esses jogadores a temporada da equipa de Jeddah ficou aquém das expetativas. Após ter sido campeão com Nuno Espírito Santo na época transata, este ano o Al Ittihad encontra-se na quinta posição (fora da fase de grupos da Liga dos Campeões da Ásia) com 54 pontos.

Ederson Moraes - atualmente avaliado em 40 milhões de euros - cumpre a sétima temporada ao serviço do Manchester City. Na presente época, já marcou presença em 43 encontros oficiais na equipa de Pep Guardiola, tendo sofrido 34 golos nos 3.748 minutos totalizados. Após vários anos em Manchester, o guardião brasileiro conquistou por seis vezes a Premier League, duas a Taça de Inglaterra, duas a Supertaça inglesa, quatro Taças da Liga, uma Liga dos Campeões. Uma Supertaça Europeia e um Mundial de Clubes



O guarda-redes brasileiro foi uma das principais figuras do Benfica entre 2015 e 2017, ano em que se transferiu para Inglaterra. De águia ao peito, contam-se 59 jogos oficiais; dois Campeonatos Nacionais; uma Taça de Portugal; uma Taça da Liga e uma Supertaça Cândido de Oliveira. 



envelope SUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Com 10 milhões à cabeça, Galatasaray faz de tudo para levar titular do Benfica
Futebol

Com 10 milhões à cabeça, Galatasaray faz de tudo para levar titular do Benfica

 

Icon Comentário0
Bernardo Ribeiro sai em defesa de Kika Nazareth e aponta dedo ao Benfica: “não merece”
Futebol

Bernardo Ribeiro sai em defesa de Kika Nazareth e aponta dedo ao Benfica: “não merece”

 

Icon Comentário0
Gonçalo Ramos de saída do PSG e pode encontrar cara conhecida do Benfica
Futebol

Gonçalo Ramos de saída do PSG e pode encontrar cara conhecida do Benfica

 

Icon Comentário0