Logotipo Glorioso 1904
Carlos Janela
Biografiado Autor

PORQUE O FUTEBOL É O DESPORTO MAIS DIFÍCIL DE JOGAR?

16 Dez 2022 | 18:54

Icon Comentário0
Carlos Janela

PORQUE O FUTEBOL É O DESPORTO MAIS DIFÍCIL DE JOGAR?

O Futebol é o desporto mais famoso do Planeta. A esmagadora maioria das pessoas não tem a noção, nem sequer a percepção, que o Futebol é a modalidade desportiva mais difícil de praticar.

O Futebol é o desporto mais famoso do Planeta.


Como é que o desporto mais popular do globo é, simultaneamente, o mais difícil de praticar?

Toda gente fala, discute, debate, analisa e opina sobre futebol e a esmagadora maioria das pessoas não tem a noção, nem sequer a percepção, que o Futebol é a modalidade desportiva mais difícil de praticar.


E não me refiro apenas aos adeptos. A grande maioria dos jogadores, treinadores, dirigentes e comentadores não tem consciência dos “pormenores invisíveis” que tornam o Futebol um jogo com dificuldades únicas.

Para tentar explicar a complexidade do futebol vou usar o “método comparativo” – ou seja, comparar o futebol com outras modalidades colectivas.


Abaixo enumero cinco razões por que o Futebol é o desporto mais difícil de jogar:

Razão 1 - É jogado com a parte do corpo (Pés) mais distante do Cérebro.

À excepção dos guarda-redes, que na sua área, podem usar as mãos e restantes partes do corpo, os futebolistas que actuam nas outras funções, apenas podem utilizar os pés (e a cabeça). Sabendo que tudo está no Cérebro e que é este que dá “ordens” a todas as partes do corpo, e destas, recebe todas as “informações”, através da bainha de mielina, pense-se na grande distância entre o cérebro e os pés, e, nos milhões de neurónios e estímulos que envolve cada gesto e cada movimento de um jogador de futebol.

Com a velocidade e a intensidade do Futebol actual, todas as conexões nervosas são processadas em nanosegundos. Fascinante.

Por comparação, os andebolistas, os basquetebolistas, os voleibolistas, etc. jogam com uma parte do corpo próxima do cérebro, as mãos. As informações e estímulos nervosos têm de percorrer metade do caminho e são envolvidos menos milhares de neurónios e ramificações.

Razão 2 É jogado por uma parte redonda, os pés (e a cabeça), com um objecto redondo, a bola.

Imaginem o grau de dificuldade para dominar, passar e chutar com uma direcção intencional e definida, um objecto redondo, a bola, por uma extremidade redonda, os pés. Por todas as leis da Física e da Biomecânica, é muito, muito difícil.

Acresce que no acto de dominar, passar e chutar a bola, é usado apenas um dos pés.

Por comparação, o Andebol, o Basket, o Voleibol, o Rugby, etc. jogam a bola com as mãos que são uma parte do corpo que agarra, segura e controla todo o tipo de objectos. As mãos, por todas as leis da anatomia e da biomecânica, manuseiam e direcionam uma bola com mais segurança e facilidade que os pés.

Imaginem o que seria se no Basket, Andebol, etc.se tivessem de jogar a bola com as costas das mãos, a parte mais redonda.

E não esquecer, nestas modalidades, ainda se pode usar simultaneamente as duas mãos para dominar e controlar a bola. Algo impossível no futebol.

Razão 3 - Sempre que se domina, conduz, passa e chuta uma bola todo o equilíbrio do corpo fica assente e dependente de uma só perna: a outra perna.

Sempre que se toca e/ou transporta a bola no pé direito ou esquerdo, o equilíbrio da unidade corporal do jogador é feito apenas pela outra perna. Os apoios no solo e o centro de gravidade que suportam todos os movimentos e acções de um futebolista, e que transformam, em milionésimos de segundo, os desequilíbrios em equilíbrios, são feitos por apenas a outra perna que não tem a bola. E se não é fácil controlar uma bola com um pé, imagine-se que no acto de dominar uma bola, simultaneamente, temos de manter o equilibro do movimento apenas numa só perna. Lembremos o que sentimos quando brincamos ao pé-coxinho?!

Isto não acontece em mais nenhuma modalidade desportiva, pois conduzindo a bola com as mãos (ou stick), os jogadores têm permanentemente as duas pernas no solo, permitindo estar sempre mais equilibrados nos seus múltiplos movimentos.

Razão 4 – A Visão Periférica de um futebolista obriga a uma complexa “coordenação óculo-pedal”, para simultaneamente controlar a bola e realizar acções com os pés e percepcionar o espaço e o contexto circundante.

Acresce que a bola, um objecto redondo, em contacto com uma parte redonda, os pés, sofre efeitos inesperados e irregulares, obrigando a vista a reagir em nanosegundos.

Coordenar – a bola no pé, o adversário, os colegas de equipa, o espaço de jogo e as balizas – é um “processo óculo-pedal” muito complexo.

Por comparação, as outras modalidades jogadas com a mão, usam a “coordenação óculo-manual”, bem mais simples, pois a bola está mais próxima da vista, permitindo libertar o cérebro para outras soluções no jogo.

Razão 5 – Ao jogar a bola com os pés, os futebolistas têm mais dificuldades em proteger a bola dos adversários.

Pela dificuldade do domínio da bola, pois os pés não agarram a bola, não guardam e não escondem a bola como as mãos podem fazer, e, pelo permanente desequilíbrio/equilíbrio dos movimentos, um futebolista tem a bola sempre solta e dividida com os adversários. É uma arte saber proteger a bola dos adversários.

Por comparação, em mais nenhuma outra modalidade a bola fica tão liberta e ao alcance dos adversários.

Por conhecer e gostar tão profundamente deste Jogo, considero o Futebol, em particular, e o Desporto, em geral, uma das necessidades fundamentais do Homem a par do Amor, Alimentação, Cultura, Descanso e Trabalho, entre outras.

+ opinião
Carlos Janela
Nuno Campilho

28 Fev 2024 | 08:00

Icon Comentário0

AI DESTINO, AI DESTINO...

Calma... Tony só há um, o Carreira e mais nenhum (embora o Herman José possa questionar esta minha certeza).

+ opinião
Nuno Campilho

AI DESTINO, AI DESTINO...

Calma... Tony só há um, o Carreira e mais nenhum (embora o Herman José possa questionar esta minha certeza).

28 Fev 2024 | 08:00

Icon Comentário0
Bernardo Alegra

DOZE DESEJOS PARA OS 120 (PARTE 1)

Hoje faz 120 anos da primeira pedra do Sport Lisboa e Benfica.

28 Fev 2024 | 06:15

Icon Comentário0
Nuno Campilho

DEUS DÁ NOZES A QUEM NÃO TEM DENTES...

... e o poder de assobiar a quem não tem mentes!

21 Fev 2024 | 07:55

Icon Comentário0

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER