Logotipo Glorioso 1904
Tiago Godinho
Biografiado Autor

BENFIQUISMO

01 Dez 2022 | 09:47

Icon Comentário0
Tiago Godinho

BENFIQUISMO

Naquela noite de glória europeia do principal adversário interno, fui ensinado que no Sport Lisboa e Benfica não festejamos derrotas dos adversários.

A escolha do clube do coração é motivada por fatores distintos. Há quem decida por razões familiares, outros por quererem ser do clube que mais vence e outros há que preferem o clube da sua terra ou onde joga o seu jogador preferido.


Na minha escolha prevaleceram as razões familiares. Embora oriundo de uma família onde o vermelho e branco não era maioritário, a influência paternal foi decisiva. Porém, jamais fui influenciado ou incentivado a ser Benfiquista.

Primeira lição de Benfiquismo: Democracia, uma escolha pessoal e consciente. Percebi posteriormente que tinha sido a escolha mais acertada. Escolhi um clube que já era democrático ainda antes de Portugal o ser.


Segunda lição de Benfiquismo: Ambição, sucedeu em 1987, quando percebi que nem sempre os que vestem de encarnado são atletas do Sport Lisboa e Benfica. Naquela noite de glória europeia do principal adversário interno, fui ensinado que no Sport Lisboa e Benfica não festejamos derrotas dos adversários, celebramos sim a capacidade de, seja em que competição ou modalidade for, acabarmos sempre no lugar mais alto do pódio.

Terceira lição de Benfiquismo: Ecletismo, o Sport Lisboa e Benfica foi, e é, muito mais que futebol. Cresci a ouvir as gloriosas histórias do ciclista José Maria Nicolau, do mago do stick em cima de patins, Livramento, ou do extraordinário António Leitão. Ainda tive a felicidade de ver Yokochi brilhar nas piscinas, de João Ferreira Queimado ser arrebatador no Rugby e ao privilégio de assistir à fenomenal equipa de Basquetebol de nomes como Lisboa, Vieira, Pedro Miguel, Jean Jacques ou Plowden.


O meu Benfiquismo não é melhor nem pior do que o de ninguém, é somente o meu, aquele que quer um Sport Lisboa e Benfica mais participado pela sua massa associativa, em que a democracia interna seja aprimorada – pois a democracia nunca é demais – e que essa seja a força que permita ao meu Clube, em Portugal e no Mundo, lutar sempre pela vitória, seja nos estádios, pavilhões, pistas ou piscinas.

Neste mês em que celebramos 68 anos da inauguração do antigo Estádio – efeméride celebrada no dia 1 – despeço-me citando aquele que sendo um dos que melhor serviram o Sport Lisboa e Benfica, o inaugurou na qualidade de Presidente, Joaquim Ferreira Bogalho:

“Respeitem, sempre, o dinheiro do Clube. É dinheiro de gente simples e humilde. É dinheiro do esforço de gente pobre que dá, porque gosta muito do Benfica. Sirvam-no não se sirvam dele!”

De muitos, UM: O Sport Lisboa e Benfica!

Tiago Godinho, sócio n º 19.385 do Sport Lisboa e Benfica

+ opinião
Tiago Godinho
Nuno Campilho

28 Fev 2024 | 08:00

Icon Comentário0

AI DESTINO, AI DESTINO...

Calma... Tony só há um, o Carreira e mais nenhum (embora o Herman José possa questionar esta minha certeza).

+ opinião
Nuno Campilho

AI DESTINO, AI DESTINO...

Calma... Tony só há um, o Carreira e mais nenhum (embora o Herman José possa questionar esta minha certeza).

28 Fev 2024 | 08:00

Icon Comentário0
Bernardo Alegra

DOZE DESEJOS PARA OS 120 (PARTE 1)

Hoje faz 120 anos da primeira pedra do Sport Lisboa e Benfica.

28 Fev 2024 | 06:15

Icon Comentário0
Nuno Campilho

DEUS DÁ NOZES A QUEM NÃO TEM DENTES...

... e o poder de assobiar a quem não tem mentes!

21 Fev 2024 | 07:55

Icon Comentário0

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER