Logotipo Glorioso 1904
João Antunes
Biografiado Autor

MEDO NÃO… CORAGEM SIM, SOBRANCERIA NÃO… RESPEITO SIM

30 Dez 2022 | 17:21

Icon Comentário0
João Antunes

MEDO NÃO… CORAGEM SIM, SOBRANCERIA NÃO… RESPEITO SIM

Quando olhamos para a história do SL e BENFICA até ao dia de ontem, foi sempre em momentos de superação, coragem e mística, que nos tornámos gloriosos.

Foi na Europa, nomeadamente contra os chamados clubes Gigantes, que nós por mérito próprio nos tornámos, também, um gigante da EUROPA e do MUNDO.

Quando em sorteios, ou agora na retoma do campeonato, os Benfiquistas em geral estão apreensivos por ir jogar ao SC Braga, não condiz com a mística do Glorioso.

O Benfica pode até perder em Braga, mas por nada deve ter receio de tal desafio, pois os campeões têm de ter a ambição e a consciência das dificuldades que todos os adversários nos colocam e fazer o que lhes compete, com a chama imensa que nos caracteriza.

A História e o seu legado servem para caracterizar de que massa somos feitos e recentemente obtivemos a prova, o quão determinante é ter ambição e a famosa mística que envolve o BENFICA, pois tal como em 60/61, o Benfica não era favorito a ganhar a Taça dos Campeões Europeus, este ano não era favorito a vencer o Grupo da Liga dos Campeões… e tantas e tantas vezes ganhámos sem ser favoritos, por causa da nossa coragem e mística.

Insisto neste tema da Mística e da coragem (sendo este um elemento da Mística), pois este legado é talvez o património intangível mais distintivo e inigualável do BENFICA e que temos de o alimentar todas as épocas desportivas.

A maioria das vezes, os adversários também olham para as nossas equipas como se fossem defrontar um GIGANTE (e é verdade), e também nesses confrontos temos de colocar a nossa mística, sem sobranceria, com respeito pelos nossos adversários, pois a história também nos diz que muitas vezes se perdem títulos nos confrontos com adversários de menor valia (ainda agora não fomos capazes de vencer o Gil Vicente).

Para quem viveu como eu as fabulosas épocas lideradas pelo técnico Eriksson: elas são a perfeição de como a equipa encarava todos os adversários, com Coragem e Respeito por todos e com os resultados que se conhecem.

Esta época, estou a reviver essa Mística, com o ambiente que se vive no CLUBE, o estilo do treinador à Benfica (respeito total pela dimensão do clube) e uma onda de entusiasmo contagiante dos adeptos.

É isto... só isto que temos de manter até ao fim da época.

João Antunes, sócio nº 8.722


+ opinião
João Antunes
Nuno Campilho

28 Fev 2024 | 08:00

Icon Comentário0

AI DESTINO, AI DESTINO...

Calma... Tony só há um, o Carreira e mais nenhum (embora o Herman José possa questionar esta minha certeza).

+ opinião
Nuno Campilho

AI DESTINO, AI DESTINO...

Calma... Tony só há um, o Carreira e mais nenhum (embora o Herman José possa questionar esta minha certeza).

28 Fev 2024 | 08:00

Icon Comentário0
Bernardo Alegra

DOZE DESEJOS PARA OS 120 (PARTE 1)

Hoje faz 120 anos da primeira pedra do Sport Lisboa e Benfica.

28 Fev 2024 | 06:15

Icon Comentário0
Nuno Campilho

DEUS DÁ NOZES A QUEM NÃO TEM DENTES...

... e o poder de assobiar a quem não tem mentes!

21 Fev 2024 | 07:55

Icon Comentário0

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER