Logotipo Glorioso 1904
João Silva
Biografiado Autor

O BACALHAU PERFEITO PARA A NOITE DE CONSOADA

21 Dez 2022 | 09:56

Icon Comentário0
João Silva

O BACALHAU PERFEITO PARA A NOITE DE CONSOADA

Até agora, ver Julian Draxler em campo é como comer uma posta de bacalhau desenxabida, sensaborona, insonsa, tal é a pobreza do seu futebol

Aproxima-se mais uma consoada, onde no campeonato do “peixe” o bacalhau continuará a ser rei à mesa na noite de Natal de muitas famílias portuguesas. Com o tempo aprendi a identificar e a escolher um bom bacalhau, digno de acompanhar as tradicionais couves, batatas, azeite e os mais exuberantes tintos nacionais.

O bacalhau quer-se de carne firme, a lascar. A cor é um indicador da sua qualidade, rejeite peças que apresentem tons pálidos e manchas. Preço é importante, mas desconfie e não corra apenas atrás de campanhas e promoções. “Asa branca” não significa qualidade. Pelo contrário, prefira bacalhau com uma coloração amarelo palha. Esta tonalidade desaparece durante a cozedura.

O bacalhau quer-se salgado, mas suspeite caso verifique excesso de sal sobre a peça. Pode servir para esconder os defeitos já enunciados. Toque com o dedo na carne do peixe. Caso sinta uma textura pegajosa (estará queimado por falta de controlo na temperatura), rejeite-o.

Ora, é aqui que entra Julian Draxler. Uma espécie de bacalhau de primeira categoria, daqueles que mesmo em promoção, não está ao alcance de todas as carteiras.

O Benfica fez um vistão ao oficializar o empréstimo do alemão no verão passado. Chegou com rótulo de “Craque”: Médio do PSG; 28 Anos, 1,85, internacional alemão em 58 ocasiões, foi Campeão do Mundo em 2014 e apontou 7 golos pela Mannschaft. Jogador de classe mundial que pode fazer as três posições atrás do avançado no 4-2-3-1 de Roger Schmidt. Muita qualidade com os dois pés. Jogador requintado. Histórico clínico marcado por algumas lesões. Foi assim que chegou, a Lisboa, Julian Draxler.

Até agora, ver Julian Draxler em campo é como comer uma posta de bacalhau desenxabida, sensaborona, insonsa, tal é a pobreza do seu futebol. Draxler é um daqueles bacalhaus graúdos, que custam uma fortuna, prometem muito, mas que no final são uma desilusão. Se no início da temporada salivei com a sua chegada, agora coloco-o na beira do prato.

Recorde ainda: desconfie e rejeite todo e qualquer tipo de bacalhau com excesso de sal sobre a peça – uma vez que pode encobrir algo de menos bom.

E para que a desilusão à mesa não seja maior, o bacalhau não deve ser fervido, mas sim escaldado.

Boas festas!


+ opinião
João Silva
João Antunes

20 Fev 2024 | 15:00

Icon Comentário0

O ENIGMA DO BENFICA: O QUE FALTA À EQUIPA?

Depois do empate com o Guimarães, com a goleada de domingo e já com meia época decorrida, persiste uma sensação enigmática de que algo essencial falta à equipa

João Silva
Bernardo Alegra

20 Fev 2024 | 09:50

Icon Comentário0

LUZ E SOMBRA

O Benfica tem variado exibições sofríveis com algumas mais competentes e, quase sempre, dentro do mesmo jogo conseguimos assistir ao lado virtuoso e vicioso da força.

+ opinião
Nuno Campilho

DEUS DÁ NOZES A QUEM NÃO TEM DENTES...

... e o poder de assobiar a quem não tem mentes!

21 Fev 2024 | 07:55

Icon Comentário0
João Antunes

O ENIGMA DO BENFICA: O QUE FALTA À EQUIPA?

Depois do empate com o Guimarães, com a goleada de domingo e já com meia época decorrida, persiste uma sensação enigmática de que algo essencial falta à equipa

20 Fev 2024 | 15:00

Icon Comentário0
Bernardo Alegra

LUZ E SOMBRA

O Benfica tem variado exibições sofríveis com algumas mais competentes e, quase sempre, dentro do mesmo jogo conseguimos assistir ao lado virtuoso e vicioso da força.

20 Fev 2024 | 09:50

Icon Comentário0

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER