João Antunes
Biografiado Autor

20 Fev 2024 | 15:00

Icon Comentário 0
João Antunes

Depois do empate com o Guimarães, com a goleada de domingo e já com meia época decorrida, persiste uma sensação enigmática de que algo essencial falta à equipa

Depois do empate com o Guimarães, com a goleada de domingo e já com meia época decorrida, persiste uma sensação enigmática de que algo essencial falta à equipa. Esta sensação, difusa e complexa, torna-se o foco de intensos debates entre especialistas, adeptos e críticos do futebol, mas mais preocupante é no interior de cada adepto do Glorioso.

Herança e Expectativas

A herança do Benfica é e devia ser normal, construída sobre o título nacional e uma Liga dos Campeões bem-sucedida. Este “ELAN”, acrescido a contratações quer no mercado dito de verão e agora inverno, traz consigo expectativas elevadas a cada jogo. Assim ao Benfica, não é apenas esperado vencer; é esperado para dominar, encantar e perpetuar o que nos distinguiu como clube Glorioso. No entanto, mesmo nos jogos mais bem-sucedidos, a questão persiste: o que falta a este Benfica?


Talento e Tática

No papel, o Benfica atualmente dispõe de um plantel capaz de rivalizar com os melhores da Europa. Jogadores talentosos, tanto veteranos como promessas emergentes, adornam a lista, sugerindo que, em termos de individualidade pura, pouco falta. A questão, portanto, poderia residir na tática? O treinador do Benfica tem variado as suas abordagens, às vezes optando por um futebol mais ofensivo, outros por uma postura mais cautelosa. Ainda assim, a inconsistência dos resultados sugere que a solução não é tão simples quanto ajustar a estratégia.


Espírito e Mentalidade

Muitos argumentam que o que falta ao Benfica transcende o tangível; não é algo que possa ser facilmente adquirido ou ajustado. Trata-se do espírito, da mentalidade, da fome de vitória que caracteriza os verdadeiros campeões. O futebol é, afinal, tanto uma batalha mental quanto física. A capacidade de superar adversidades, de manter a calma sob pressão, e de unir-se como uma verdadeira equipa em momentos críticos poderia ser a chave que o Benfica procura. Mas também isso umas vezes sentimos que a equipa está unida e em outras ocasiões, sem ambição ou fome de títulos. Veja-se o que se passou com o Estoril para a Taça da Liga ……não podia ter acontecido ao Benfica Glorioso.

Conexão com os Adeptos

Outro elemento potencialmente ausente é uma conexão mais constante entre a equipa e nós os adeptos. O futebol do Benfica é vivido intensamente, não apenas nos 90 minutos de jogo, mas em cada momento da vida dos nossos adeptos. Uma equipa que respira e vive a paixão dos seus adeptos, que entende a magnitude do emblema que representa, poderia encontrar nessa conexão a última peça do quebra-cabeça e até isso acontece intermitentemente, sem a constância da época anterior.

Conclusão

O que falta a este Benfica? A resposta não é simples nem única. Talvez resida numa combinação de fatores: tática, mentalidade, espírito de conquista, e uma conexão permanente com os seus adeptos. O Benfica tem todas as ferramentas necessárias para encontrar o que falta, reafirmar-se não apenas como um gigante do futebol português, mas como uma força a ser reconhecida no palco mundial da atualidade e não do passado. Temos de continuar a eterna jornada na busca da perfeição, situação essa que nos caracterizou e que nos trouxe até aqui enquanto GLORIOSO.



+ opinião
João Antunes
Bernardo Alegra

16 Abr 2024 | 09:48

Icon Comentário0

Com ou sem Magia?

E aqui chegados, a renovação ou não de Di María representa um desafio sobretudo para Rui Costa e Lourenço Coelho. De Schmidt já sabemos com o que podemos contar.

João Antunes
Tiago Godinho

12 Abr 2024 | 16:33

Icon Comentário0

Lutar pela Liga Europa

Uma eventual conquista desta competição não pode servir para branquear a péssima época do Sport Lisboa e Benfica

João Antunes
Nuno Campilho

10 Abr 2024 | 06:00

Icon Comentário0

Já era

Atendendo ao bom comportamento da equipa nos últimos jogos, à estabilização do 11 e da qualidade exibicional, aliadas às boas prestações europeias (das épocas passadas) e à defesa da honra, pode ser que ainda possamos ter algumas alegrias até final da época

+ opinião
Bernardo Alegra
Bernardo Alegra

Com ou sem Magia?

E aqui chegados, a renovação ou não de Di María representa um desafio sobretudo para Rui Costa e Lourenço Coelho. De Schmidt já sabemos com o que podemos contar.

16 Abr 2024 | 09:48

Icon Comentário0
Tiago Godinho
Tiago Godinho

Lutar pela Liga Europa

Uma eventual conquista desta competição não pode servir para branquear a péssima época do Sport Lisboa e Benfica

12 Abr 2024 | 16:33

Icon Comentário0
Nuno Campilho
Nuno Campilho

Já era

Atendendo ao bom comportamento da equipa nos últimos jogos, à estabilização do 11 e da qualidade exibicional, aliadas às boas prestações europeias (das épocas passadas) e à defesa da honra, pode ser que ainda possamos ter algumas alegrias até final da época

10 Abr 2024 | 06:00

Icon Comentário0

envelope SUBSCREVER NEWSLETTER