Corner Left

Receba as principais notícias do Glorioso 1904 no seu WhatsApp!

WhatsApp Seguir

Futebol

NÃO TEVE ESPAÇO NO BENFICA E AGORA EXPLICA ADAPTAÇÃO FÁCIL AO NOVO CLUBE: "QUANTO MAIS JOGAS..."

Transferência para fora das águias viu atleta somar muitos mais minutos

Adeptos
Adeptos

  |

Icon Comentário0

O antigo médio do Benfica, Chiquinho, que assinou pelo Olympiacos no mercado de transferências de janeiro, foi o porta-voz do conjunto grego na antevisão ao duelo frente ao os húngaros do Ferencvaros, na passada quarta-feira, dia 21 de fevereiro, onde avaliou a sua adaptação ao novo clube, depois dos poucos minutos somados de águia ao peito na primeira metade da época.

"A adaptação foi fácil, encontrei muitos compatriotas. Quanto mais jogas, melhor te sentes", começou por dizer o antigo camisola 22 do Benfica, que alinha com os portugueses Rúben Vezo, David Carmo, André Horta, Gelson Martins, João Carvalho e Daniel Podence.


"Tem passado as suas ideias e estamos a melhorar a cada dia", continuou o médio português em relação José Luis Mendilibar, que substituiu Carlos Carvalhal enquanto técnico dos gregos. O espanhol é o terceiro treinador da época para os helénicos.


"Estamos habituados a essa pressão e a jogar em atmosferas quentes. Não me parece que vá ser um problema", terminou Chiquinho sobre o ambiente que a sua equipa pode esperar em Budapeste, tendo em conta as sempre complicadas deslocações à Hungria.

Esta época, Chiquinho - avaliado em 5 milhões de euros - alinhou em 17 partidas, ao serviço do Benfica, somando somente 350 minutos e realizando uma assistência. Desde a sua transferência para a Grécia, realizou quatro partidas, onde fez um passe para golo.


Confira aqui os golos de Chiquinho:


Futebol

Ex Benfica: Rúben Dias 'vai à loucura' após eliminação da Liga dos Campeões: "Difícil de aceitar"

Manchester City foi derrotado pelo Real Madrid nas grandes penalidades, nos quartos-de-final da prova

Rúben Dias lamenta eliminação da Liga dos Campeões
Rúben Dias lamenta eliminação da Liga dos Campeões

  |

Icon Comentário0

O Real Madrid eliminou o Manchester City da Liga dos Campeões através do desempate por grandes penalidade, na passada terça-feira, dia 17 de abril. No fim do encontro, Rúben Dias falou à imprensa em nome da sua equipa e mostrou bastante frustração pelo resultado obtido pelos merengues.

"Não sei bem o que dizer. Dominámos o jogo todo, o esforço estava lá. Tivemos as nossas oportunidades, por isso é uma derrota difícil de aceitar", começou por dizer o internacional português, em declarações prestadas ao canal inglês TNT Sports.


"Fizemos de tudo para evitar ir às grandes penalidades, especialmente pela forma como estávamos a controlar o encontro. A equipa estava lá. Lutámos, mas não era o nosso dia. Às vezes a bola entre, outras vezes não. Temos de seguir em frente e olhar para o que aí vem no resto da temporada. Ainda estamos a lutar por duas competições muito importantes", acrescentou, mostrando frustrado com a partida.


Rúben Dias - avaliado em 80 milhões de euros - cumpre a quarta temporada ao serviço do Manchester City, registando a presença em 41 encontros, na presente época, onde fez uma assistência. Na temporada transata, o antigo craque do Benfica, alinhou em 43 partidas, onde até apontou um golo, sem contabilizar qualquer assistência.

Pelo emblema da Catedral, o defesa central português jogou durante 3 épocas tendo contabilizado 137 aparições e feito gosto ao pé em 12 ocasiões. Nesse período venceu um campeonato de Portugal e uma Supertaça.




Futebol

Defesa da formação do Benfica lamenta eliminação na Liga dos Campeões

Atleta foi muito sincero nas suas palavras, mostrando-se descontente com o resultado

Rúben Dias lamenta eliminação da Liga dos Campeões
Rúben Dias lamenta eliminação da Liga dos Campeões

  |

Icon Comentário0

O defesa-central português do Manchester City, Rúben Dias, que é formado no Benfica, compareceu na zona de entrevistas rápidas após a eliminação dos cityzens da Liga dos Campeões, perdendo para o Real Madrid no desempate por grandes penalidades, na passada quarta-feira, dia 18 de abril.

"Não sei bem o que dizer. Dominámos o jogo todo, o esforço estava lá. Tivemos as nossas oportunidades, por isso é uma derrota difícil de aceitar", começou por dizer o internacional português, em declarações prestadas ao canal inglês TNT Sports.

"Fizemos de tudo para evitar ir às grandes penalidades, especialmente pela forma como estávamos a controlar o encontro. A equipa estava lá. Lutámos, mas não era o nosso dia. Às vezes a bola entre, outras vezes não. Temos de seguir em frente e olhar para o que aí vem no resto da temporada. Ainda estamos a lutar por duas competições muito importantes", acrescentou, mostrando frustrado com a partida.

Rúben Dias - avaliado em 80 milhões de euros - cumpre a quarta temporada ao serviço do Manchester City, registando a presença em 41 encontros, na presente época, onde fez uma assistência. Na temporada transata, o antigo craque do Benfica, alinhou em 43 partidas, onde até apontou um golo, sem contabilizar qualquer assistência.

Pelo emblema da Catedral, o defesa central português jogou durante 3 épocas tendo contabilizado 137 aparições e feito gosto ao pé em 12 ocasiões. Nesse período venceu um campeonato de Portugal e uma Supertaça.



Futebol

Vélodrome prepara-se para 'invasão' do Benfica ao Marselha... e de portugueses

Águias defrontam o conjunto francês, esta quinta-feira, dia 18 de abril

Invasão do Benfica a Marselha
Invasão do Benfica a Marselha

  |

Icon Comentário0

O Estádio Vélodrome, a casa do Marselha, prepara-se para receber cerca de 1600 adeptos do Benfica para apoiar a sua equipa. Do lado dos franceses espera-se casa cheio, existindo até risco de sobrelotação, sendo que a arena gaulesa tem espaço para 65 mil adeptos, semelhante ao Estádio da Luz.

Posto isto, apesar de serem esperados uma alta quantidade de Benfiquistas, o número deverá ser maior ainda, tendo em conta a grande quantidade de portugueses que se fará sentir presente nas bancadas do Vélodrome, longe da área dedicada aos adeptos do Glorioso.


A grande quantidade de emigrantes portugueses na França leva a que vários adeptos de outros clubes compareçam no Vélodrome, torcendo por uma equipa do seu país natal. Esperam-se vários cachecóis encarnados nos pisos centrais das bancadas da casa do Marselha.


A cidade francesa também se tem transformado num palco de turismo para os vários adeptos, que já se fazem sentir em peso nas ruas de Marselha. Todavia, as autoridades locais têm avisado constantemente para o perigo presente, resultante da violência e tráfico de droga existente em Marselha.

O Benfica de Roger Schmidt e o Marselha de Jean-Louis Gasset vão medir forças, no Orange Vélodrome, na próxima quinta-feira, dia 18 de abril, para disputar a segunda mão dos quartos-de-final da Liga Europa. O duelo entre as águias e os franceses tem apito inicial para as 20h00 e conta com a arbitragem de Felix Zwayer.



envelope SUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Vélodrome prepara-se para 'invasão' do Benfica ao Marselha... e de portugueses
Futebol

Vélodrome prepara-se para 'invasão' do Benfica ao Marselha... e de portugueses

 

Icon Comentário0
Regresso ao 'normal': Eis o onze provável de Schmidt para o Marselha-Benfica
Futebol

Regresso ao 'normal': Eis o onze provável de Schmidt para o Marselha-Benfica

 

Icon Comentário0
Após aposta inesperada frente ao Moreirense, Schmidt não 'abre jogo' para Marselha  - Benfica
Futebol

Após aposta inesperada frente ao Moreirense, Schmidt não 'abre jogo' para Marselha - Benfica

 

Icon Comentário0