Logotipo Glorioso 1904
Nuno Campilho
Biografiado Autor

ONE MILLION DOLLARS QUESTIONS

06 Dez 2023 | 14:38

Icon Comentário0
Nuno Campilho

ONE MILLION DOLLARS QUESTIONS

Julgo não ser necessário tradutor, ou intérprete, para perceber o título deste artigo, que, ainda que nunca venha a ser lido pelo próprio, certamente, para o treinador do Benfica seria de compreensão rápida

Julgo não ser necessário tradutor, ou intérprete, para perceber o título deste artigo, que, ainda que nunca venha a ser lido pelo próprio, certamente, para o treinador do Benfica seria de compreensão rápida.

Em bom rigor, ele precisaria era de tradução para as questões que vou colocar, o que, no entanto, não seria garantia de compreensão tão rápida quanto o título, pois, em bom rigor, e com algum grau de probabilidade, poderemos padecer das mesmas dúvidas, ainda que num patamar diferenciado que eu jamais alcançarei.

E é por isso mesmo e por reconhecer que me consigo tornar num tipo absoluta e conscientemente irritante, que quando tenho dúvidas, pergunto e se continuo a não perceber, continuo a perguntar. É uma espécie de ‘Lost in Translation’ aplicado ao mundo da bola, mas sem o Bill Murray e a Scarlett Johansson. Sou só, mesmo, eu, e Roger Schmidt.


E para que não percam de imediato o interesse e parem já de ler, vou direto às perguntas, as quais, como será bom de depreender, derivam do último jogo, em que enfrentámos o Moreirense:

• O David Jurásek está lesionado?


• Não temos defesas laterais na equipa B e na equipa sub-23?

• O Musa deixou de apresentar um bom rácio minutos vs. golos marcados?

• O Musa desaprendeu e já não é aquele jogador letal a sair do banco, como era a época passada (recordo que foi a primeira aposta, como ponta de lança, este ano)?

• Há alguma regra que obrigue a que os jogadores que entram, substituam jogadores com as mesmas características, ou que estavam a jogar na mesma posição?

• O Benfica está proibido de jogar com dois pontas de lança?

• De que adianta ter substituído dois médios, por outros dois médios, se os mesmos não passavam dos primeiros dois terços do campo para a frente (com exceção do Kökçü, no lance em que estava fora-de-jogo, a anteceder o golo invalidado ao João Mário), o que levava a que o Benfica tivesse, sempre, 6 jogadores nesses dois terços, atrás da linha da bola, sem qualquer movimentação entre linhas, sem movimentos de rotura (sem prejuízo do inglório esforço do Kökçü em querer passar a bola a alguém) e sem incursões à linha (honrosa exceção ao Aursnes - dos menos maus - e de dois fogachos protagonizados pelo Guedes, que também não teve tempo para mais)?

• O que é que o João Victor foi para lá fazer aos 88m? Se a ideia era ter alguém a ir à linha à esquerda, como havia à direita (com a relocalização do Aursnes), então que entrasse o Tiago Gouveia. Quando é que se arrisca? Depois do jogo acabar? Na hora do tudo ou nada, entra um central para jogar a lateral, com um extremo rápido e agitador e um ponta-de-lança no banco??

• O Arthur Cabral acha, mesmo, que a bola pode entrar na baliza por ‘fezada’, ou levada pela aragem que ele imprime à mesma, só porque se movimenta, à toa, na sua direção? Um dos Cabrais mais famosos que conheço era navegador, não ilusionista...

• O Rafa, o João Mário e o Di Maria têm alguma cláusula no contrato que obrigue o treinador a mantê-los em campo durante 90m? E por cada minuto a menos que joguem, devem-lhe tirar mil euros de ordenado… (tudo leva a crer que o Florentino e o João Neves não têm essa cláusula no contrato, caso contrário, o dia ter-lhe-ia saído caro, no passado domingo).

• Ou ele ainda não percebeu, ou ninguém lhe explica, ou é tão obstinado que está prestes a tornar-se um caso perdido. Ao fim de tantos jogos, será assim tão difícil perceber que a equipa não pode jogar da mesma forma, como se lá ainda estivessem o Grimaldo e o Gonçalo Ramos? O sr. não sabe mais? É preciso fazer-lhe um desenho?

Dúvidas sobre arbitragem, por outro lado, não tenho nenhumas, pois sabia, sei e saberei como é e como nunca deixará de ser. Sou um bocado parvo, mas até isso tem limites, ao ponto de não pôr um cêntimo sobre qualquer desculpa esfarrapada que me queiram impingir. Prefiro concluir – ainda que parvamente – que o peito do Eustáquio é do tamanho das costas do Phelps e que aquele comentador que assumiu que ia deixar de comentar futebol em Portugal, mas que nos enganou a todos – a começar por ele próprio – precisa de ir à Multiópticas!

E como “até ao pescoço é canela”, o tendão de Aquiles do Gustavo Sá e a perna/tornozelo do Kökçü... são canela!

Dão-se alvíssaras... na proporção exata da assertividade das respostas, dado o exorbitante valor monetário das perguntas, até porque a qualidade paga-se.

Por fim, dúvidas também não tenho e questões ainda menos, em como vou sentar o cu no mocho e no sítio do costume na próxima sexta-feira. Há questões que, por mais duvidosas que sejam, nem as minhas irritantes e persistentes perguntas ajudam a solucionar... (sou um caso perdido, muito antes do sr. Roger Schmidt o poder vir a ser).


+ opinião
Nuno Campilho
Nuno Campilho

28 Fev 2024 | 08:00

Icon Comentário0

AI DESTINO, AI DESTINO...

Calma... Tony só há um, o Carreira e mais nenhum (embora o Herman José possa questionar esta minha certeza).

+ opinião
Nuno Campilho

AI DESTINO, AI DESTINO...

Calma... Tony só há um, o Carreira e mais nenhum (embora o Herman José possa questionar esta minha certeza).

28 Fev 2024 | 08:00

Icon Comentário0
Bernardo Alegra

DOZE DESEJOS PARA OS 120 (PARTE 1)

Hoje faz 120 anos da primeira pedra do Sport Lisboa e Benfica.

28 Fev 2024 | 06:15

Icon Comentário0
Nuno Campilho

DEUS DÁ NOZES A QUEM NÃO TEM DENTES...

... e o poder de assobiar a quem não tem mentes!

21 Fev 2024 | 07:55

Icon Comentário0

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER