Corner Left

Receba as principais notícias do Glorioso 1904 no seu WhatsApp!

WhatsApp Seguir

Futebol

ROGER SCHMIDT SORRI! ADVERSÁRIO DO BENFICA DÁ 'TRAMBOLHÃO' INTERNO ANTES DE VISITAR ESTÁDIO DA LUZ

Encarnados contam com boas notícias na véspera da deslocação ao Dragão, para o Campeonato Nacional

Roger Schmidt
Roger Schmidt

  |

Icon Comentário0

O Rangers, adversário europeu do Benfica, sofreu derrota inesperada em casa antes da visita a Lisboa, podendo mesmo perder a liderança na classificação do campeonato da Escócia. Os protestantes foram derrotados pelo Motherwell, por 2-1, e ficam agora à mercê do resultado que o Celtic, de Paulo Bernardo, fizer amanhã, frente ao Hearts.

A turma orientada por Phillipe Clement, que não contou com o ex-Porto Fábio Silva de início, viu o adversário adiantar-se no marcador através de um golo de Thelonius Bair logo aos 9 minutos de jogo, assistido por Jack Vale, sendo que o 0-1 persistiu até ao intervalo.


Na segunda parte, James Tavernier alcançou o empate aos 60 minutos, através de pontapé da marca de grande penalidade, porém, aos 75 minutos, Dan Casey faria a desfeita aos cerca de 50 mil adeptos do Rangers presentes em Ibrox, com um golo assistido por Blair Spittal que fixaria o resultado final em 2-1 para os forasteiros.


Após o encontro, o Rangers persiste no topo da classificação do Campeonato Escocês, com 70 pontos obtidos em 29 jornadas, porém poderá perder o posto em caso de vitória do Celtic frente ao Hearts este domingo, sendo que os rivais de Glasgow contam com 68 pontos, menos dois, com um encontro por disputar.

Vale recordar que águias e escoceses têm encontro marcado para o dia 7 de março, no Estádio da Luz, em jogo a valer para a primeira mão dos oitavos-de-final da Liga Europa. A partida tem hora agendada para as 20h00.


Confira o golo de James Tavernier:


Futebol

Emprestado do Benfica volta a faturar e 'pede' lugar no plantel de 23/24 (Com Vídeo)

Confira aqui o mais recente tento do atleta cedido pelas águias, que está a realizar uma bela temporada

Jogador cedido pelo Benfica voltou a faturar. Fotografia de One Football
Jogador cedido pelo Benfica voltou a faturar. Fotografia de One Football

  |

Icon Comentário0

Andreas Schjelderup continua em grande forma ao serviço do Nordsjaelland, mostrando-se aos responsáveis do Benfica e 'reclamando' um lugar no plantel de Roger Schmidt na próxima temporada. Na passada segunda-feira, o atleta voltou a fazer o gosto ao pé.

Na deslocação ao reduto do Silkeborg, em jogo a contar para a terceira jornada da fase de apuramento do campeão dinamarquês, o extremo de 19 anos foi decisivo, apontando o único golo da partida. Logo no arranque do segundo tempo, Andreas Schjelderup apareceu à entrada da área e, de primeira e com grande classe, disparou para o fundo das redes, garantindo um importante triunfo para o Nordsjaelland.


Com este triunfo – o 22.º em 41 encontros na presente temporada –, o emblema dinamarquês passa a somar 46 pontos em 25 partidas (13 triunfos, sete empates e cinco derrotas), igualando o Copenhaga no terceiro lugar. Brondby e Midtjylland, com 52 pontos, lideram a prova. O Nordsjaelland volta a entrar em campo no próximo dia 22 de abril, às 18h00, na receção ao Aarhus.


Esta época, ao serviço do emblema dinamarquês, Andreas Schjelderupavaliado em 9 milhões de euros – contabiliza 32 encontros (2.076 minutos), nos quais apontou quatro golos e fez nove assistências, estando a realizar uma temporada de excelente nível.

Andreas Schjelderup chegou ao Benfica em janeiro de 2023, oriundo precisamente do Nordsjaelland, a troco de 9 milhões de euros. Com o Manto Sagrado, o jovem norueguês de 19 anos conta apenas com três encontros, dois em 2022/23 (Marítimo e Inter) e um em 2023/24 (Porto). Pela equipa B dos encarnados, na época passada, o avançado fez cinco encontros, nos quais apontou um golo, diante do Moreirense.


Confira o golo de Andreas Schjelderup:


Futebol

Barcelona está ‘louco’ com dupla da formação do Benfica

Responsáveis do emblema espanhol já estabeleceram prioridades para o próximo mercado de transferências

Dupla da formação do Benfica interessa ao Barcelona. Fotografia de One Football
Dupla da formação do Benfica interessa ao Barcelona. Fotografia de One Football

  |

Icon Comentário0

João Cancelo e João Félix, dupla de atletas formados no Benfica, são duas das grandes prioridades do Barcelona para o próximo mercado de transferências. De acordo com o jornal espanhol ‘Sport’, os culés querem garantir, a título definitivo, a contratação do lateral e avançado formados no Clube da Luz.

Cancelo e Félix estão cedidos pelo Manchester City e Atlético de Madrid, respetivamente, ao Barcelona, sendo que o objetivo da turma de Xavier Hernández passa por garantir a continuidade dos atletas para 2024/25, pese embora isso venha a exigir muito provavelmente um esforço financeiro bastante significativo.


Para contratar Félix e Cancelo, o Barcelona terá de vender algum dos seus jogadores mais valiosos, de forma a ter disponibilidade financeira para contratar os craques formados no Benfica. Adicionalmente, os blaugrana quererão comprar um médio defensivo e um extremo.


Esta temporada, ao serviço do Barcelona, João Félix – avaliado em 30 milhões de euros – conta com 37 encontros: 24 no Campeonato Nacional, oito na Liga dos Campeões, três na Taça de Espanha e dois na Supertaça. Nos 2.001 minutos que realizou, o internacional português apontou 10 golos e fez seis assistências.

Por sua vez, João Cancelo – avaliado em 30 milhões de euros – efetuou 34 partidas: 25 no Campeonato Nacional e nove na Liga dos Campeões. Ao todo, nos 2.694 minutos em que esteve dentro das quatro linhas, o lateral marcou quatro golos e fez quatro assistências.


Com o Manto Sagrado, João Félix marcou 20 golos e fez oito assistências em 43 jogos, enquanto João Cancelo fez apenas duas partidas, isto antes de rumar ao Valência. Os dois sagraram-se campeões nacionais pelas águias.


Futebol

Continuidade de Schmidt no Benfica? Bruno Prata aponta dedo a Rui Costa: “Futuro vai-nos mostrar se…”

Comentador desportivo comentou futuro do técnico alemão nos encarnados

Bruno Prata abordou futuro de Roger Schmidt no Benfica e meteu Rui Costa ao barulho
Bruno Prata abordou futuro de Roger Schmidt no Benfica e meteu Rui Costa ao barulho

  |

Icon Comentário0

Bruno Prata considera que as próximas semanas serão decisivas para perceber qual o futuro que Roger Schmidt terá no Benfica, com Rui Costa a ter uma decisão complicada em mãos. Num artigo de opinião no jornal ‘Record’, o comentador deixa críticas ao técnico alemão por aquilo que considera ser uma má gestão do plantel e ‘aponta o dedo’, ainda, ao Presidente dos encarnados.

“O Presidente Benfiquista sempre assumiu que a vinda de Schmidt foi da sua inteira responsabilidade, após uma aturada ponderação ao seu currículo e modelo de jogo, que na opinião de Rui Costa se apropriavam na perfeição à natureza do Benfica. E o que se viu durante os primeiros dois terços da época passada deu-lhe inteira razão”, afirma Bruno Prata.


“Mas foi quando o Benfica já tinha dado os primeiros sinais de quebra de produção que Rui Costa e Lourenço Coelho decidiram estender o contrato do treinador até ao final de 2026, para surpresa de Schmidt, como o próprio deixou escapar no dia da renovação”, defende o comentador.


“Schmidt quase só olha para a sua equipa, desvalorizando as especificidades do adversário e o lado estratégico do jogo, exceção feita aos recentes duelos com o Sporting. Acresce que, no banco, parece sempre angustiado, como se fosse um centurião romano a quem surgiu pela frente Astérix. É ainda acusado de substituir tarde e mal, e de, com isso, atrapalhar o ambiente no balneário – recorde-se a polémica entrevista de Kökçü”, atira Bruno Prata.

“A Liga Europa pode servir para o Benfica garantir a presença na próxima Champions e para atenuar os estragos de uma época em que voltou a investir mais de 100 milhões em reforços. Mas é duvidoso que isso bastasse para convencer os adeptos (e alguns dirigentes?) que querem ver Schmidt pelas costas. O alemão viu lenços brancos até após o triunfo magro sobre o Marselha”, argumenta o comentador.


“Aqui chegados, vai ser interessante perceber se Rui Costa acha admissível pagar, no final da época, 26 milhões de indemnização para despedir uma equipa técnica a quem ele duplicou o ordenado há pouco mais de um ano. Isto sem contar com os honorários do futuro treinador e com os custos da adaptação do plantel às suas ideias, seja ele José Mourinho ou outro qualquer. De certa forma, o futuro vai mostrar-nos se Rui Costa aceita que o Benfica seja dirigido de fora para dentro. Ou se, pelo contrário, não vai querer correr o risco de ser acusado de gestão danosa por quem sabe fazer contas”, finaliza Bruno Prata.



envelope SUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Continuidade de Schmidt no Benfica? Bruno Prata aponta dedo a Rui Costa: “Futuro vai-nos mostrar se…”
Futebol

Continuidade de Schmidt no Benfica? Bruno Prata aponta dedo a Rui Costa: “Futuro vai-nos mostrar se…”

 

Icon Comentário0
Após vitória do Benfica, Mauro Xavier arrasa Porto e Sporting: "Não se entretêm a ameaçar árbitros"
Futebol

Após vitória do Benfica, Mauro Xavier arrasa Porto e Sporting: "Não se entretêm a ameaçar árbitros"

 

Icon Comentário0
Veja os melhores momentos de Bohdan Slyubyk: novo alvo do Benfica (Com Vídeo)
Futebol

Veja os melhores momentos de Bohdan Slyubyk: novo alvo do Benfica (Com Vídeo)

 

Icon Comentário0