Corner Left

Receba as principais notícias do Glorioso 1904 no seu WhatsApp!

WhatsApp Seguir

Futebol

BRAÇO DE FERRO ENTRE VARANDAS E RUI COSTA: BENFICA E SPORTING NA 'LUTA' PARA GARANTIREM...SANTIAGO GIMÉNEZ

Eternos rivais são dados como clubes interessados no avançado do Feyenoord

Rui Costa e Varandas
Rui Costa e Varandas

  |

Icon Comentário0

Santiago Giménez está de volta ao radar do Benfica, contudo, Rui Costa não é o único que sonha com o jogador, que já tinha conquistado Roger Schmidt, no verão, com o técnico das águias a olhar para o mexicano como o alvo 'predileto' para substituir Gonçalo Ramos. Segundo o especialista Ekrem Konur, o Sporting está atento ao ponta-de-lança do Feyenoord.

A mesma fonte indica, ainda, que o rival da Segunda Circular pondera até avançar com o interesse ao ponto de tentar contratar o jogador da frente de ataque do emblema neerlandês já no próximo mercado de transferências, à semelhança do Glorioso (saiba mais AQUI).


Importa referir, ainda, que o avançado mexicano está ligado ao emblema dos Países Baixos até junho de 2027 e tem uma cláusula de rescisão fixa nos 120 milhões de euros, não tendo sido alterada na altura em que renovou mais uma época com os neerlandeses.


Além disso, é de destacar que o Feyenoord detém 65% do passe do avançado, sendo que o Cruz Azul possui os restantes 35%. O craque foi contratado ao emblema a troco de quatro milhões de euros, estando, agora, de volta à mira dos encarnados.

Esta temporada, Santiago Giménez - avaliado em 50 milhões de euros - já alinhou em 30 partidas, somando 21 golos e cinco assistências. Na época passada, foi aposta em 45 encontros, onde marcou 23 tentos e aproveitou duas ocasiões para cruzar. 



Futebol

É o fim do Guinness Book para Jorge Jesus! Liga dos Campeões foi carrasca do técnico ex Benfica

Depois de 34 vitórias consecutivas, o Al Hilal sentiu o sabor da derrota

Jorge Jesus perde o recorde do Guinness Book
Jorge Jesus perde o recorde do Guinness Book

  |

Icon Comentário0

Jorge Jesus, antigo treinador do Benfica e atual técnico do Al Hilal, da Arábia Saudita, viu o seu recorde do Guinnes Book de maiores vitórias consecutivas terminado, na passada quarta-feira, dia 17 de abril, depois da derrota diante do Al Ain, por 4-2, na primeira mão da meia-final da Liga dos Campeões Asiática.

Na conferência de imprensa de pós-jogo, Jorge Jesus analisou o encontro: Quem não está habituado a perder, como é o nosso caso, ver-nos chegar à primeira derrota ao fim de 43 jogos [custa], mas isso não significa estarmos fora de uma prova que queremos ganhar. Não é normal sofrermos quatro golos num jogo e provocar três penáltis, mas temos de entender por que isso aconteceu e dar a volta à eliminatória em nossa casa".


"Nem sempre se consegue controlar o que é o jogo. Hoje andámos sempre à procura do resultado, a derrota não é boa mas acreditamos que temos uma segunda chance e que nela vamos virar a eliminatória", acrescentou Jorge Jesus.


Posto isto, o recorde do Al Hilal fica marcado na história do futebol, depois de ter ultrapassado o The New Saints, do País de Gales, que conseguiu 27 triunfos seguidos na temporada 2016/2017. Além de bater o registo, Jorge Jesus aumentou o recorde para 34 encontros consecutivos, o que resultou em rumores de renovação de contrato com o Al Hilal

Ao serviço do Benfica, onde Jorge Jesus esteve desde 2009 até 2015 e novamente entre 2020 e 2021, o técnico conquistou três Campeonatos Nacionais, uma Taça de Portugal, cinco Taças da Liga e uma Supertaça Cândido de Oliveira. Pelo Al-Hilal, já soma 42 triunfos em 48 partidas.




Futebol

Homenagens a Sven-Goran Eriksson continuam longe do Benfica: "Alavancou um novo futebol em Portugal"

Técnico sueco está em fim de vida devido a doença oncológica e tem sido alvo de várias distinções

Eriksson treinou o Benfica em duas ocasiões, que totalizam 5 anos
Eriksson treinou o Benfica em duas ocasiões, que totalizam 5 anos

  |

Icon Comentário0

Sven-Goran Eriksson foi para muitos um treinador revolucionário que veio iluminar os tempos de escuridão que assombravam o futebol português nos anos 80. É o caso de Rui Dias do jornal Record, que fez uma homenagem à memória do sueco que, estando em fim de vida devido a cancro em fase terminal, merece ser elogiado pelo que fez enquanto ainda vive e não depois da morte, como é infelizmente costume.

"Alavancou um novo futebol em Portugal: modernizou-o, renovou os seus alicerces, potenciou jogadores e aproximou o Benfica do ideal estético e filosófico de que os adeptos são os principais defensores". Rui Dias considera que Eriksson "não era apenas a imagem dos títulos que conquistou: Sven-Goran Eriksson foi o ideólogo de um novo ciclo, que desbloqueou trauma persistente (descobriu os 30 metros que faltavam); introduziu os parâmetros funcionais de uma grande equipa (pressão, intensidade, confiança, convicção); pôs fim a receios infundados (equipa sempre corajosa e ofensiva), e foi rosto de esperança e sucesso pela construção de uma entidade respeitadora da história benfiquista, cuja influência se alargou a todo o futebol português. Construiu um império emocional indestrutível". 

O jornalista relembra como o técnico comandou Bento, Pietra, Nené, Humberto, Alves, António Bastos Lopes, Shéu, Filipovic e os jovens Veloso, Carlos Manuel, José Luís, Chalana, Diamantino e Álvaro sabendo que "a qualidade à disposição não lhe permitia ser minimalista. Impossível vê-lo realizado depois de vitórias sofridas, explicadas pelos valores de pragmatismo, inteligência tática, estratégia ou até a estrelinha que costuma acompanhar os campeões. Só lhe interessava a essência do estilo, dos padrões criativos e do permanente sentido de aventura, que estimulava os valores adjacentes de exaltação, intensidade, confiança e autoestima".

Dias alerta para como Eriksson cativou o plantel do Benfica que lhe foi dado ao transformar o treino "tantas vezes penoso, inócuo e desinteressante para os jogadores, em aulas apetecíveis de enriquecimento pessoal. O cerimonial do trabalho diário convenceu os intérpretes da sua importância no crescimento individual e coletivo, em sessões inovadoras, menos rotineiras, mais curtas e intensas, nas quais a bola era companhia inseparável".

Antes da morte do sueco, o colunista dá-lhe o valor que merece, que normalmente só vem depois do pior: "Eriksson é o príncipe que abriu horizontes, estimulou padrões estéticos, inspirou seguidores e encontrou saída para os labirintos de desolação que atrofiavam o futebol português. É bonito ter sentido em vida o reconhecimento, a paixão e o agradecimento que, por norma, só crescem e se solidificam na forma de glórias póstumas".



Futebol

Na perseguição a Cristhian Mosquera! Benfica elege espanhol do Valencia como favorito a vaga no onze titular

Jovem atleta interessa às águias, que podem avançar para a sua compra no mercado de verão

Cristhian Mosquera pode ocupar lugar de António Silva
Cristhian Mosquera pode ocupar lugar de António Silva

  |

Icon Comentário0

No próximo mercado de transferências de verão, o Benfica pode avançar por Cristhian Mosquera, defesa-central do Valencia. A informação é avançada por Ekrem Konur, especialista no mercado de transferências, esta quinta-feira, dia 18 de abril, através da rede social X.

Todavia, o Benfica apenas vai avançar pelo internacional espanhol sub-21 caso António Silva seja vendido no próximo mercado de transferências de verão. É de recordar que o jovem tem uma cláusula de rescisão de 100 milhões de euros, mas conta com vários interessados no seu passe.


O Valencia também sabe do interesse de várias equipas em Cristhian Mosquera, com destaque para o Atlético Madrid e para o AC Milan. A estrutura dos che espera encaixar cerca de 80 milhões de euros com o jovem, segundo informou o portal espanhol Fichajes, na segunda-feira, dia 15 de abril.


Nesta temporada, Cristhian Mosquera - avaliado em 15 milhões de euros - segue com 31 partidas realizadas no Valencia, somando 2.623 minutos em campo, sem qualquer golo ou assistência. Na época passada, o defesa-central alinhou em quatro partidas pela equipa principal dos che.

Nesta época, António Silva - avaliado em 45 milhões de euros pelo portal Transfermarkt - conta com 45 encontros, onde registou dois golos. Já na temporada passada, ano em que se estreou na formação de Roger Schmidt, alinhou em 44 partidas, somando cinco tentos, sem contabilizar qualquer assistência.


No Clube da Luz, onde atua de águia ao peito desde a temporada de 2015/16, oriundo do Viseu United FC, o central passou por vários escalões da formação, sendo que soma neste momento 89 presenças na equipa principal, tendo feito o gosto ao pé com o Manto Sagrado em sete ocasiões.

Confira aqui a publicação:




envelope SUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Na perseguição a Cristhian Mosquera! Benfica elege espanhol do Valencia como favorito a vaga no onze titular
Futebol

Na perseguição a Cristhian Mosquera! Benfica elege espanhol do Valencia como favorito a vaga no onze titular

 

Icon Comentário0
Rui Costa não tem tempo a perder e já encontrou substituto de António Silva na defesa do Benfica
Futebol

Rui Costa não tem tempo a perder e já encontrou substituto de António Silva na defesa do Benfica

 

Icon Comentário0
Depois de vencer a Bundesliga,  Xabi Alonso que quer fazer vida negra ao Benfica na Liga Europa
Futebol

Depois de vencer a Bundesliga, Xabi Alonso que quer fazer vida negra ao Benfica na Liga Europa

 

Icon Comentário0