Corner Left

Receba as principais notícias do Glorioso 1904 no seu WhatsApp!

WhatsApp Seguir

Futebol

Com a Bundesliga quase assegurada para Grimaldo, o ex Benfica tem outro título em 'mãos'

Bayer Leverkusen não foi perdulário e goleou adversário para atingir decisão da prova

Alejandro Grimaldo está na luta por mais um título
Alejandro Grimaldo está na luta por mais um título

  |

Icon Comentário0

O Bayer Leverkusen, de Alejandro Grimaldo, recebeu e venceu o Fortuna Dusseldorf, por um expressivo 4-0, na última noite, em encontro das meias-finais da Taça da Alemanha, marcando assim presença na grande final, que se realizará no Olympiastadion, de Berlim, como habitualmente.

A turma liderada por Xabi Alonso entrou a 'matar' no jogo com um golo de Jeremie Frimpong logo aos 7 minutos, para Amine Adli, assistido por Florian Wirtz, fazer o segundo da partida ao minuto 20'. Ainda no primeiro tempo, Florian Wirtz faria mesmo o terceiro dos farmacêuticos, ao minuto 36', desta vez sendo ele assistido pelo marroquino autor do segundo tento.


Depois de um primeiro tempo definidor do resultado, o Leverkusen faria apenas mais um golo, aos 60 minutos, por intermédio de uma grande penalidade convertida por Florian Wirtz. A equipa comandada por Xabi Alonso continua, desta forma, invencível em 2023/2024 e tem encontro marcado com o Kaiserslautern, em Berlim, no próximo dia 25 de maio, para decidir a Taça da Alemanha. 


Alejandro Grimaldo - avaliado em 45 milhões de euros - regista 9 partidas, somando 11 golos e 15 assistências, números individuais que o levam a ter destaque no Bayer Leverkusen. Já, no ano passado, ao serviço do Benfica, foi aposta de Schmidt em 54 duelos, onde apontou oito tentos e aproveitou 14 ocasiões para servir para golo.

Pelo Benfica, o espanhol envergou o Manto Sagrado 303 encontros, nos quais apontou 27 golos. Além disso constam do seu palmarés quatro Campeonatos Nacionais, uma Taça de Portugal, uma Taça da Liga e três Supertaças Cândido de Oliveira.



Futebol

Benfica tem problema antigo nos penáltis e Roger Schmidt só veio piorá-lo

Desaire frente ao Marselha vem de uma longa tendência de maus desempates por grandes penalidades

Roger Schmidt está 1-3 em desempates por grandes penalidades no Benfica
Roger Schmidt está 1-3 em desempates por grandes penalidades no Benfica

  |

Icon Comentário0

A eliminação do Benfica dos quartos de final da Liga Europa às mãos do Marselha vem a descrever uma clara tendência de insucesso das águias no desempate por grandes penalidades. A derrota veio piorar um historial que já não era o melhor e já é o terceiro desaire da era Schmidt neste tipo de desempate.

Pela sexta vez na sua gloriosa história, o Benfica disputou um desempate por grandes penalidades nas competições europeias. O registo passou a ser de duas vitórias e quatro derrotas, com o último insucesso a ser a inesquecível derrota com o Sevilha na final da Liga Europa em 2013/14 por 2-4 nos penaltis (0-0 aos 120').

O balanço da era Roger Schmidt também é negativo. Desde que chegou, o alemão começou bem com uma vitória diante do Caldas, na Taça. A partir daí o Benfica foi eliminado pelo Braga, também na prova rainha e esta época pelo Estoril na Allianz Cup e agora pelo Marselha na Liga Europa.

Além disso, esta acabou por ser a terceira época consecutiva em que as águias caíram nos quartos-de-final de uma competição europeia, depois de tal ter sucedido contra o Inter (2022/23) e Liverpool (em 2021/22), ambas na Liga dos Campeões.


Agora, as atenções do Benfica regressam para o Campeonato Nacional com as águias a terem encontro marcado com o Farense. O duelo da jornada 30 está agendado para segunda-feira, dia 22 de abril, no reduto da formação algarvia, pelas 20h15. Recorde-se que, da última vez que ambas as equipas se encontraram, a turma de Roger Schmidt empatou por um golo. 



Futebol

Ex Benfica: Grimaldo bate recorde com o Bayer Leverkusen para mais jogos sem perder

Lateral-esquerdo espanhol vê grande temporada dos farmacêuticos coroada com registo impressionante

Leverkusen bate recorde de jogos sem perder
Leverkusen bate recorde de jogos sem perder

  |

Icon Comentário0

O antigo lateral-esquerdo do Benfica, Alejandro Grimaldo, que venceu a Bundesliga com o Bayer Leverkusen, viu a sua equipa tornar-se no conjunto das quarto principais ligas europeias com mais jogos consecutivos sem perder, com 44 encontros, ultrapassando registo de 43 jogos da Juventus, que recua aos anos entre 2011 e 2012.

Os farmacêuticos entraram em campo na quinta-feira, dia 18 de abril, para discutir com o West Ham a passagem às meias-finais da Liga Europa. Depois de terem vencido por 2-0 na Alemanha, Xabi Alonso resgatou um empate a uma bola em cima do minuto 90, através de Jeremie Frimpong.


O conjunto inglês chegou à vantagem no marcador por Michail Antonio, logo ao minuto 13, voltando à discussão da eliminatória. Contudo, Xabi Alonso recorreu ao banco de suplentes e colocou o lateral neerlandês ao intervalo, conseguindo o empate perto do fim do jogo. Agora, o Bayer Leverkusen prepara-se para enfrentar o Roma nas meias-finais.


Alejandro Grimaldo - avaliado em 45 milhões de euros, pelo portal Transfermarkt - está em grande destaque na presente temporada, registando 43 partidas, somando 11 golos e 16 assistências, números individuais que o levam a ter enorme evidência no plantel do Bayer Leverkusen, que está cada vez mais perto de se sagrar campeão da Bundesliga.

Pelo Benfica, o agora internacional espanhol envergou o Manto Sagrado em qualquer coisa como 303 encontros, nos quais apontou 27 tiros certeiros. Além disso constam do seu palmarés quatro Campeonatos Nacionais, uma Taça de Portugal, uma Taça da Liga e três Supertaças Cândido de Oliveira.



Futebol

Depois de Jorge Jesus, existe mais um ex Benfica a bater recorde de resultados esta época

Grande temporada coletiva resulta na distinção de toda a equipa do jogador

Leverkusen bate recorde de jogos sem perder
Leverkusen bate recorde de jogos sem perder

  |

Icon Comentário0

Depois de Jorge Jesus bater o recorde do Guinnes Book para mais vitórias consecutivas, com 34 triunfos no Al Hilal, foi a vez de Alejandro Grimaldo conseguir o maior número de encontros consecutivos sem derrotas nas quatro principais ligas europeias, registando 44 partidas sem sentir o sabor da derrota, no Bayer Leverkusen

Os farmacêuticos entraram em campo na quinta-feira, dia 18 de abril, para discutir com o West Ham a passagem às meias-finais da Liga Europa. Depois de terem vencido por 2-0 na Alemanha, Xabi Alonso resgatou um empate a uma bola em cima do minuto 90, através de Jeremie Frimpong.

O conjunto inglês chegou à vantagem no marcador por Michail Antonio, logo ao minuto 13, voltando à discussão da eliminatória. Contudo, Xabi Alonso recorreu ao banco de suplentes e colocou o lateral neerlandês ao intervalo, conseguindo o empate perto do fim do jogo. Agora, o Bayer Leverkusen prepara-se para enfrentar o Roma nas meias-finais.

Alejandro Grimaldo - avaliado em 45 milhões de euros, pelo portal Transfermarkt - está em grande destaque na presente temporada, registando 43 partidas, somando 11 golos e 16 assistências, números individuais que o levam a ter enorme evidência no plantel do Bayer Leverkusen, que está cada vez mais perto de se sagrar campeão da Bundesliga.

Pelo Benfica, o agora internacional espanhol envergou o Manto Sagrado em qualquer coisa como 303 encontros, nos quais apontou 27 tiros certeiros. Além disso constam do seu palmarés quatro Campeonatos Nacionais, uma Taça de Portugal, uma Taça da Liga e três Supertaças Cândido de Oliveira.



envelope SUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Depois de Jorge Jesus, existe mais um ex Benfica a bater recorde de resultados esta época
Futebol

Depois de Jorge Jesus, existe mais um ex Benfica a bater recorde de resultados esta época

 

Icon Comentário0
Roger Schmidt devia ficar no Benfica? Famoso jornalista vem em defesa do treinador encarnado
Futebol

Roger Schmidt devia ficar no Benfica? Famoso jornalista vem em defesa do treinador encarnado

 

Icon Comentário0
Pau López defende penálti no Marselha-Benfica e ainda assume fraquezas: "Não sou bom"
Futebol

Pau López defende penálti no Marselha-Benfica e ainda assume fraquezas: "Não sou bom"

 

Icon Comentário0