Logotipo Glorioso 1904

Receba as principais notícias do Glorioso 1904 no seu WhatsApp!

Seguir
Futebol

ANTIGO TREINADOR DO BENFICA ATIRA-SE À ARBITRAGEM ANTES DO JOGO! TIMONEIRO AFIRMOU NÃO TER CONFIANÇA NO ÁRBITRO NEM NO VAR: "NÃO TEM ESTABILIDADE EMOCIONAL"

Declarações surgem na antevisão do duelo que se segue para a equipa do técnico

Adeptos
Adeptos

  |

Icon Comentário0

O Roma de José Mourinho vai defrontar o Sassuolo no próximo domingo, dia 3 de dezembro e o ex-técnico do Benfica anteviu o jogo em conferência de imprensa, este sábado, dia 2 de dezembro. As atenções do treinador luso focaram-se principalmente na equipa de arbitragem.

"O Sassuolo tem um bom treinador, um bom projeto. Jogam muitos jogos, estão a preparar-se há uma semana e estarão no seu melhor. Já tivemos dificuldades frente ao Sassulo. Estou preocupado com o árbitro também, já o tivemos três vezes como quarto árbitro e não tem estabilidade emocional para este nível", começou por dizer apontando críticas ao árbitro Matteo Marcenaro.


"Não é só o Sassuolo-Roma, é um jogo importante. Não me sinto confortável com o perfil do árbitro nem mesmo do VAR. Tivemos azar com ele. E, por muito que me custe dizê-lo, o Berardi precisa de ter mais respeito pelos adversários e pelo jogo, faz de mais para desestabilizar o jogo, para ganhar penáltis inexistentes. Amo o jogador e as suas qualidades, mas não gosto dessas atitudes dentro de campo", fundamentou José Mourinho.


O 'special onde' termina revelando os objetivos do Roma: "Disse aos jogadores que precisamos de elevar a fasquia e ser menos superficiais. Não temos potencial para lutar pelo Scudetto, mas temos de elevar o nível para lutar entre o quarto e o quinto lugar".

A partida entre Roma e Sassuolo está agendada para as 17h00 e será válida para a14.ª jornada da Séria A. O encontro será disputado no Mapei Stadium - Città del Tricolore, o estádio do Sassuolo e terá frente a frente o 14.º  e o 6.º classificados da tabela italiana.




Futebol

BENFICA EM ABUNDÂNCIA NA LIGA DOS CAMPEÕES! GIGANTES EUROPEUS DEPENDEM DE ATLETAS FORMADOS NO GLORIOSO PARA RESGATAR EMPATE

Partida contou para os oitavos-de-final da competição milionária, na passada quarta-feira, dia 21 de fevereiro

Adeptos
Adeptos

  |

Icon Comentário0

João Cancelo, antigo jogador do Benfica, foi titular pelo Barcelona no jogo de ontem contra o Nápoles na primeira mão dos oitavos de final da Champions League. João Félix, recuperado de lesão, entrou aos 86 minutos. As duas equipas empataram a uma bola num jogo em que o Barça dominou todas as estatísticas menos a que mais importa, os golos. 

Aos 45 minutos de jogo ainda não havia golos mas os catalães somavam 7 tentativas de golo enquanto que o Napoli ainda não tinha feito qualquer remate. A superioridade da equipa espanhola vinha a ser confirmada aos 60 minutos quando Lewandowski, servido por Pedri, finalizou à entrada da área, para o 1-0. Dois jogadores a marca-lo não foram suficientes para parar o polaco. 

Pouco depois, aos 75 minutos, os italianos empataram no marcador no único remate à baliza dos italianos no jogo. Osimhen recebe a bola à entrada da área, Iñigo Martinez escorrega deixando o nigeriano isolado e dali sabe-se que é raro ele falhar.


Um resultado com sabor a injustiça para os catalães, que já têm poucas aspirações de manter o título da LaLiga, encontram-se em terceiro, a 8 pontos do Real Madrid. Já o Napoli, campeão italiano em título, está à procura de recuperar a sua forma já que ocupa o nono lugar da série A a 27 pontos do líder, Inter Milão. 


A segunda mão da eliminatória realiza-se a 12 de Março em Montjuic. O Barcelona venceu as últimas duas eliminatórias em que defrontou o Nápoles, espera Xavi que seja mesmo verdade que não haja duas sem três.


Futebol

FERNANDO SEARA NO ADEUS A ARTUR JORGE! DIRIGENTE DO BENFICA DEIXA VÁRIAS PALAVRAS À INCONTORNÁVEL FIGURA ENCARNADA

Dirigente encarnado falou em nome do Clube da Luz, esta quinta-feira, dia 22 de fevereiro

Fernando Seara
Fernando Seara

  |

Icon Comentário0

O membro da da Mesa da Assembleia Geral do Benfica e braço direito de Rui Costa, Fernando Seara, foi o responsável encarnado por se despedir de Artur Jorge, que faleceu esta quinta-feira, dia 22 de fevereiro, aos 78 anos de idade.

"Em nome do Benfica, os sentidos pêsames a toda a família. Eu recordo o senhor Artur Jorge, porque já tenho idade e lembro-me do senhor Artur Jorge vir de Coimbra para o Benfica", começou por dizer o dirigente encarnado, através do canal televisivo do Glorioso.

"Para mim, são três marcas, primeiro como jogador, e goleador, depois o treinador, com conquistas, e ainda um elemento importante neste tempo, porque foi um dos jogadores que deu sentido ao sindicalismo no futebol português. A dignidade do futebolista também teve nele uma marca e uma referência", continuou Fernando Seara.

"Para mim, como benfiquista, recordo a subtileza e mestria, aqueles golos de cabeça que, no velho estádio, me fizeram saltar tantas e tantas vezes. O Benfica expressa os sentidos pêsames, eu recordo o jogador, o treinador e o homem que deu dignidade ao futebolista em Portugal", terminou o dirigente.

Enquanto jogador do Benfica, Artur Jorge realizou 131 partidas, onde marcou 104 golos, entre os anos de 1969 e 1975. De águia ao peito venceu quatro Ligas Portuguesas e duas Taças de Portugal, além de ter sido o melhor marcador da Liga por duas ocasiões.

Enquanto treinador, apesar das suas façanhas nos azuis e brancos, no Benfica não é relembrado pelas melhores razões. Artur Jorge esteve à frente da equipa encarnada entre 1994 e 1995, tendo ganho somente 27 jogos, em 47 realizados.



Futebol

"TRABALHAR COM MOURINHO FOI ESTIMULANTE"! CRAQUE DO FUTEBOL INTERNACIONAL DEIXA RASGADOS ELOGIOS AO ANTIGO TREINADOR DO BENFICA

Special One acabou por não resistir aos maus resultados e foi despedido dos giallorossi em janeiro

José Mourinho
José Mourinho

  |

Icon Comentário0

Paulo Dybala, avançado argentino da Roma, concedeu uma entrevista ao jornal Al Arabi Al Jadeed, onde considerou que José Mourinho, antigo treinador do Benfica com trabalho recente nos giallorossi, ajudou na sua evolução enquanto jogador.

"Trabalhar com Mourinho foi estimulante e representou um crescimento significativo para mim. Estamos a falar de um treinador que fez muito na sua carreira, sem dúvida que aporta a sua experiência e ajuda-te a crescer como jogador", começou por referir.


"Sinceramente não sei o que o futuro lhe reserva, mas tenho a certeza de que continuará num clube de topo", frisou ainda o internacional argentino que trabalhou com o português, até este ser despedido do comando técnico da Roma.


Sobre Danielle de Rossi, substituto do Special One no clube romano, Paulo Dybala também tem boas palavras para dizer... "Foi um ícone da Roma enquanto jogador e agora está totalmente comprometido com as suas novas funções. Está a transmitir as suas ideias e é muito inspirador trabalhar com ele", concluiu.

É de recordar que José Mourinho foi recentemente despedido do Roma, onde somou 68 vitórias, 31 empates e 38 derrotas, em 137 partidas realizadas. Para os livros ficam a conquista da primeira edição da Liga Conferência Europa, o primeiro troféu do clube desde a Taça de Itália ganha em 2007/2008.



envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Futebol

GRANDE GOLO DE ARTUR JORGE FRENTE AO PORTO

 

Icon Comentário0
Futebol

MELHORES MOMENTOS DE ANTÓNIO SILVA

 

Icon Comentário0
Futebol

MELHORES MOMENTOS DE JOÃO FÉLIX NO BARCELONA

 

Icon Comentário0