Corner Left

Receba as principais notícias do Glorioso 1904 no seu WhatsApp!

WhatsApp Seguir

Clube

RUI PINTO DESCARTA-SE DE ‘MERCADO DO BENFICA’, MAS LANÇA FARPAS AO CRIADOR

‘Hacker’ está a ser julgado no âmbito do processo Football Leaks desde 2020

Football Leaks edit
Football Leaks edit

  |

Icon Comentário0

Depois de mais um julgamento em que responde por um total de 90 crimes, Rui Pinto, de 34 anos, voltou a aparecer em mais uma sessão com a habitual camisa azul. Uma sessão em que o hacker português negou ser o autor do blogue ‘Mercado do Benfica’, assumindo apenas a responsabilidade pelas informações obtidas no caso ‘Luanda Leaks’, como refere o jornal ‘A Bola’.

"Não sou eu o criador do ‘Mercado do Benfica’. Era alguém que eu conhecia e ligado ao Football Leaks. O interesse na caixa de correio de João Medeiros [um dos três advogados do Benfica] não era meu. Não sou o autor do ‘Mercado de Benfica’ e tive várias discussões com o autor. A partir do momento que ele conseguiu essa informação, eu queria que ela fosse para o Football Leaksou para o consórcio de jornalistas e ele, por estupidez ou teimosia, criou o ‘Mercado do Benfica’”, disse.


Rui Pinto, a quem o Ministério Público imputa a autoria do bloque, garante que levou “uma facada nas costas” e que terá sido outra pessoa envolvida no processo Football Leaks a ignorar os seus pedidos para que os dados fossem entregues ao consórcio de jornalistas. No julgamento houve ainda espaço para Rui Pinto revelar “discussões” e atacar estes atos: “Tivemos muitas discussões. Olhando para a divulgação da caixa de correio de João Medeiros, isso foi uma canalhice. Lamento profundamente que aquilo tenha acontecido, mas não vou pedir desculpa por uma coisa que não fiz",


vincou, considerando "lamentável".

O português, de 34 anos, responde por um total de 90 crimes: 68 de acesso indevido, 14 de violação de correspondência, seis de acesso ilegítimo e ainda por sabotagem informática à SAD do Sporting e por extorsão, na forma tentada.


Fotografia de Rui Pinto 


Clube

Pedro Brinca, conhecido adepto do Benfica, aponta dedo a braço direito de Pedro Proença: “Surreal”

Comentador do Glorioso 1904 sem meias palavras para classificar atuação da Liga Portugal

Pedro Brinca deixou duras críticas a alto responsável da Liga Portugal, liderada por Pedro Proença
Pedro Brinca deixou duras críticas a alto responsável da Liga Portugal, liderada por Pedro Proença

  |

Icon Comentário0

Pedro Brinca considera surreal a entrevista que Rui Caeiro, antigo alto responsável do Sporting e atual diretor executivo da Liga Portugal, sobre o processo de centralização dos direitos televisivos.

“A semana passada assisti a uma das entrevistas mais surreais que já vi até hoje. O tema? Ponto do processo da comercialização centralizada dos direitos audiovisuais da Primeira e Segunda Liga a partir de 2027/28. O protagonista? Rui Caeiro, diretor executivo da LPFP, entrevistado pelo Negócios-Record”, começa por referir Pedro Brinca.


“Em que ponto é que está neste momento o processo? Não responde. Há alguma hipótese de acontecer antes de 2028/29? É uma ambição da Liga? Não responde. Consegue garantir que nenhum clube vai perder dinheiro? Não responde. Quanto é que valem os direitos da liga centralizados? Consegue dar-me um número? Não responde, apesar de em abono da verdade, dizer que valem mais do que o valor atual. Mas mal seria, só em termos de inflação, estamos a falar já cerca de 25% relativamente a 2015”, atira o conhecido adepto do Benfica.


“Porque comparamos Portugal com os big-five? Não responde. Tem alguma proposta em mãos pelos direitos televisivos? Não responde. Há alguma entidade que tenha dito "eu pago 300 milhões de euros por ano pelos jogos de futebol?" Não responde. Quem são os players que estão interessados? Não responde”, atira o economista.

“Há concordância dos clubes em fazer este processo o mais depressa possível. Tem interessados em comprar pelos valores que a Liga estabeleceu como mínimos? Porque não está fechado ainda? Não responde. Ver todo o futebol em Portugal custa 50 euros. Quantas famílias conseguem pagar isto? Não responde. Não o preocupa que as três principais operadoras sejam também elas detentoras do canal que é dono dos direitos de quase todos os jogos de todos os clubes? Isto não é concentração a mais? Não responde”, refere o comentador do Glorioso 1904.


“Referiu três pilares fundamentais para o processo, sendo que dois estarão perto da conclusão: um regulamento de controlo económico, um regulamento de audiovisuais, e um controlo de investimento em infraestruturas. Mas o que eu gostaria de saber é porque é que é precisa a negociação centralizada para os fazer. Se os regulamentos referidos são algo que os clubes querem, podem ser aprovados já em assembleia geral da Liga. Porque estão à espera de 2027/28? Por outro lado, se for algo que os clubes não querem e lhes seja imposto, em assembleia geral podem perfeitamente destituir a direção e eleger uma que reponha os regulamentos que desejam. Com negociação centralizada ou não”, afirma Pedro Brinca.

“A frase mais repetida de toda a entrevista foi que a Liga está empenhada em fazer o processo da negociação centralizada bem feito. Ok, ainda bem. Pelo menos já sabemos que estão empenhados e que estão empenhados em fazer bem”, finaliza o conhecido adepto do Benfica.


Clube

Benfica divulga ordem de trabalhos e horário de dupla Assembleia Geral

Sócios dos encarnados vão ter reunião magna, que promete ser bastante animada

Benfica divulgou horário de dupla Assembleia Geral, que se realiza no próximo dia 15 de junho
Benfica divulgou horário de dupla Assembleia Geral, que se realiza no próximo dia 15 de junho

  |

Icon Comentário0

Já são conhecidos os horários e a ordem de trabalhos para as Assembleias Gerais do Benfica. Os sócios do Clube da Luz estão convocados para duas AG's que se realizam no dia 15 de junho, sendo que uma será de manhã e outra à tarde. Neste período, vai ser abordado a Revisão dos Estatutos e a votação do Orçamento do Clube para a próxima temporada

Primeiro, para as 10h30, no pavilhão n.º 2, está marcada a AG para "apresentação, discussão e votação da proposta de metodologia para discussão e votação das propostas de alteração dos Estatutos do Sport Lisboa e Benfica". Depois disso serão admitidas as propostas de alteração. Ao dia de hoje, são conhecidas apenas as propostas da Direção e do movimento 'Servir o Benfica'.


Já para as 15h00, no mesmo local, foi convocada a AG ordinária. Começará com a "aprovação das atas", seguindo-se a discussão e do "orçamento ordinário de exploração, o orçamento de investimentos e o plano de atividades, elaborados pela Direcção para o exercício de 2024/2025".


As reuniões magnas serviram ainda para os adeptos tecerem várias questões diretamente a Rui Costa, depois de uma época que ficou marcada pelo descontentamento devido aos fracos resultados desportivos da equipa masculina de futebol sénior. A equipa comandada por Roger Schmidt terminou a temporada no segundo lugar a 10 pontos do campeão Sporting. 



Futebol

Bernardo Ribeiro sai em defesa de Kika Nazareth e aponta dedo ao Benfica: “não merece”

Diretor do jornal ‘Record’ falou sobre eventual saída da estrela do futebol feminino das águias

Num artigo de opinião, Bernardo Ribeiro falou sobre continuidade de Kika Nazareth no Benfica
Num artigo de opinião, Bernardo Ribeiro falou sobre continuidade de Kika Nazareth no Benfica

  |

Icon Comentário0

Bernardo Ribeiro defende que o Benfica deve deixar sair Kika Nazareth neste mercado de transferências. Num artigo de opinião, o diretor do jornal ‘Record’ aborda a proposta de 400 mil euros que o Clube da Luz terá recusado pela internacional portuguesa e aponta o dedo às águias.

Kika Nazareth é um dos atuais ícones do futebol português. A mais representativa das jogadoras do Benfica, que ganhou tudo o que havia para ganhar a nível interno esta temporada e alguém cujo amor ao Clube não pode ser questionado”, começa por referir Bernardo Ribeiro.


“No fundo, um Rui Costa do sexo oposto, que após ter tido o seu futebol reconhecido pelos melhores, vê o campeão europeu Barcelona fazer uma proposta de 400 mil euros pela aquisição, ela que só tem mais um ano de contrato”, atira o diretor do jornal ‘Record’.


“Sendo vendida pelo Clube da Luz, tornar-se-ia na maior transferência do futebol feminino nacional e alguém que colocaria Portugal no mapa do jogo hoje tão bem representado pelas mulheres portuguesas”, refere o jornalista.

“Tive a oportunidade de ouvir a Kika Nazareth na Gala das Campeãs e no podcast com o Luís Avelãs e percebi facilmente como respira o clube que representa. Como é diferenciada ao nível da expressão e forma como relata as vivências quotidianas”, afirma Bernardo Ribeiro.


“Kika Nazareth não merece que o Benfica lhe corte as pernas como não cortou ao atual presidente quando ele decidiu trocar a Luz por Florença, sem nunca deixar de respeitar e amar o clube a que hoje preside. Há momentos em que temos de deixar partir os que amamos. Precisamente por isso”, finaliza, sobre Kika Nazareth.


envelope SUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Benfica não esquece os Benfiquistas mais pequenos no dia da criança
Clube

Benfica não esquece os Benfiquistas mais pequenos no dia da criança

 

Icon Comentário0
Benfica convoca dupla Assembleia Geral e já há data
Clube

Benfica convoca dupla Assembleia Geral e já há data

 

Icon Comentário0
Principais diferenças entre Direção encarnada e o Movimento 'Servir o Benfica' sobre a Revisão de Estatutos
Clube

Principais diferenças entre Direção encarnada e o Movimento 'Servir o Benfica' sobre a Revisão de Estatutos

 

Icon Comentário0