Corner Left

Receba as principais notícias do Glorioso 1904 no seu WhatsApp!

WhatsApp Seguir

Futebol

ESTA É PARA OS MALUCOS DO RISO! PORTO É BENEFECIADO E AINDA SE QUEIXA DA ARBITRAGEM COM SCHMIDT METIDO AO BARULHO

Newsletter dos dragões é uma tentativa de ‘atirar areia para os olhos’

Roger Schmidt
Roger Schmidt

  |

Icon Comentário0
O Porto venceu o Rio Ave, por 1-0, na passada noite de sábado, dia 18 de fevereiro, tendo sido beneficiado pela equipa de arbitragem. No entanto, na newsletter do clube, ‘Dragões Diário’, queixa-se dos critérios dos árbitros, metendo Roger Schmidt e o Benfica no centro da questão.  “A noite também ficou marcada por algumas singularidades no desempenho da equipa de arbitragem. Entre os minutos 67 e 97 não foi assinalada uma única falta a favor do FC Porto, apesar de terem sido várias as ocasiões em que isso devia ter acontecido”, pode ler-se, apesar de ter havido uma falta ao minuto 80 por uma mão na bola (inexistente) de Hernâni na grande área do Porto, quando se encontrava isolado na cara de Diogo Costa. 
“Pelo meio registou-se a expulsão do administrador Luís Gonçalves por Vítor Ferreira, um árbitro que ainda recentemente ficou mudo e quedo quando foi confrontado de dedo em riste pelo treinador do Benfica. São critérios”, queixa-se o clube do Norte do país, colocando em causa (imagine-se) os critérios do juiz da partida. 
O jogo deste sábado não foi a única questão abordada, já que na equipa B do Porto também há razões de queixa devido a “um golo sofrido cinco minutos depois dos 90 ditou a derrota por 2-1 do FC Porto B com o Estrela da Amadora. Os visitantes saíram para o intervalo a vencer, mas João Marcelo empatou aos 66, momento que, como assinalou António Folha, marcou o arranque de um conjunto de decisões erradas da equipa de arbitragem, sempre a penalizar os Dragões. ‘São dois anos e meio disto’, comentou o treinador do agora nono classificado da Segunda Liga”.

Futebol

Alvo prioritário do Manchester United cai por terra e craque do Benfica volta ser apontado à saída

''Novela' de mercado tem contando com vários capítulos, com o titular das águias a somar pretendentes

''Novela' de mercado entre o Manchester United e o craque do Benfica tem contando com vários capítulos, com o titular das águias a somar pretendentes
''Novela' de mercado entre o Manchester United e o craque do Benfica tem contando com vários capítulos, com o titular das águias a somar pretendentes

  |

Icon Comentário0

Novidades fresquinhas vindas de Inglaterra: António Silva pode estar mais perto da saída do Benfica e o 'culpado' é... Amadou Onana, que está a um passo de deixar a formação do Everton, podendo assim mexer com o futuro do defesa formado no Seixal.  

Segundo informa, este domingo, o jornalista David Ornstein, através da rede social X (mais conhecida por Twitter), a saída de Amadou Onana do Everton vai levar a que os ingleses tentem prender Jarrad Branthwaite, que era o principal alvo do Manchester United para a defesa.

Posto isto, sem o defesa inglês a ser opção, o emblema orientado por Erik Ten Hag poderá assim voltar a apontar a mira para a coqueluche do Benfica, que tem sido colocada na porta de saída. 

António Silva poderá então ser visto como uma alternativa a equacionar pelos ingleses, caso a contratação de Jarrad Branthwaite vá 'por água abaixo'. Esse cenário agora é uma hipótese cada vez mais provável de acontecer, o que pode fazer com que o camisola 4 deixe Clube da Luz neste mercado de verão.

Em 23/24, ao serviço do Benfica, António Silva – avaliado em 45 milhões de euros – marcou presença em 50 encontros: 30 no Campeonato Nacional, seis na Liga Europa, seis na Taça de Portugal, quatro na Liga dos Campeões, três na Taça da Liga e um na Supertaça Cândido de Oliveira. Nos 4.363 minutos em que esteve dentro das quatro linhas, o defesa-central apontou dois golos. 

Ao todo, na equipa principal do Benfica, António Silva conta com 94 partidas, onde fez gosto ao pé por sete ocasiões. Com o Manto Sagrado, o internacional português conquistou um Campeonato Nacional (2022/23) e uma Supertaça Cândido de Oliveira (2023/24). 


Futebol

Gigante europeu não cede às exigências de Rui Costa e saída de João Neves do Benfica perde força

Presidente do Clube da Luz apenas equaciona vender o craque a troco da cláusula de rescisão

Presidente do Benfica, Rui Costa, apenas equaciona vender João Neves a troco da cláusula de rescisão
Presidente do Benfica, Rui Costa, apenas equaciona vender João Neves a troco da cláusula de rescisão

  |

Icon Comentário0

O PSG está mesmo de olho em João Neves, porém, Rui Costa recebe boas notícias na 'novela' de mercado, uma vez que há quem garanta que os franceses não estão dispostos a oferecer 120 milhões de euros pelo médio titular de Roger Schmidt. 

Segundo adianta o jornalista especialista em questões relacionadas como o mercado de transferências, Ben Jacobs, o interesse do PSG é real, porém o emblema de Gonçalo Ramos não pretende 'bater' os 120 milhões de euros pedidos pelos dirigentes do Benfica, tendo já estabelecido um 'teto máximo'. 

De acordo com informações avançadas, este domingo, pela mesma fonte, os franceses apenas equacionam oferecer 75 milhões de euros, valor este que está longe do estabelecido na cláusula de rescisão do médio formado no Seixal. 

Caso o PSG não mude de ideias é certo que João Neves não vai voar para Paris, uma vez que Rui Costa já se mostrou irredutível quanto ao dossiê do camisola 87. Recorde-se que os encarnados terão em cima da mesa uma renovação de contrato e um aumento salarial.  

Na temporada 2023/24, ao serviço do Benfica, João Neves – avaliado em 55 milhões de euros – realizou 55 encontros: 33 no Campeonato Nacional, seis na Liga dos Campeões, seis na Liga Europa, seis na Taça de Portugal, três na Taça da Liga e um na Supertaça Cândido de Oliveira. Ao todo, nos 4.304 minutos que disputou, o médio marcou três golos e fez uma assistência.

Ao todo, desde que se estreou com o Manto Sagrado, João Neves contabiliza 75 partidas, quatro golos, duas assistências e dois títulos conquistados: um Campeonato Nacional (2022/23) e uma Supertaça Cândido de Oliveira (2023/24). O internacional português tem contrato até junho de 2028.


Futebol

Ex-dirigente do Benfica indignado com arbitragem frente ao Sporting: "VAR não interveio porque não quis"

Encarnados acabaram eliminados da Taça de Portugal, mas têm queixas da arbitragem de João Pinheiro, auxiliado por Hugo Miguel no VAR

Rafa foi tocado por Coates dentro da área do Sporting, mas não foi assinalado penalti a favor do Benfica
Rafa foi tocado por Coates dentro da área do Sporting, mas não foi assinalado penalti a favor do Benfica

  |

Icon Comentário0

José Ribeiro e Castro, antigo vice-presidente do Benfica, mostrou-se, esta quarta-feira, desagradado com a arbitragem de João Pinheiro no dérbi da última noite frente ao Sporting, a contar para a segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal. O ex-dirigente das águias apontou também o dedo a Hugo Miguel, VAR da partida, devido ao lance entre Rafa Silva e Coates na área leonina que está a fazer correr muita tinta.

"Parece-me claramente que há ali um pé que é deixado e que portanto o jogador, que vai em movimento, é derrubado e cai na área. Segundo as regras, costuma ser penálti", começou por afirmar Ribeiro e Castro em declarações à Antena 1.

"O lance foi mostrado várias vezes. O VAR não interveio porque não quis. Admite que o árbitro em campo possa ter dúvidas, mas o VAR existe para tira-teimas", atirou ainda, antes de se revelar confiante na vitória do Benfica no sábado, em nova visita ao Sporting, desta vez a contar para o Campeonato Nacional.


"Espero que o Benfica ganhe. É o único resultado que interessa. Que repita esta exibição e que tenha mais sorte. Houve muitos jogadores que estiveram muito bem. Espero que este resultado lhes dê fome para sábado", concluiu o antigo dirigente das águias. 


Importa recordar que o Benfica empatou a partida por 2-2, no entanto, acabou eliminado pelo rival Sporting, que chegou à Catedral com uma vantagem por 2-1, conquistada na primeira mão do desafio, no Estádio José Alvalade. O encontrou acabou por ser manchado pela arbitragem de João Pinheiro, que não assinalou o penálti a favor das águias, com o qual o Clube da Luz teria a oportunidade de igualar a meia-final da Taça de Portugal.


envelope SUBSCREVER NEWSLETTER


Olha, aqui Rui Costa! Vinda de Marcus Vinnicius para o Benfica sofre entrave dos grandes
Futebol

Olha, aqui Rui Costa! Vinda de Marcus Vinnicius para o Benfica sofre entrave dos grandes

 

Icon Comentário0
Com PSG à espreita, especialista diz que João Neves está 'aberto' à saída do Benfica
Futebol

Com PSG à espreita, especialista diz que João Neves está 'aberto' à saída do Benfica

 

Icon Comentário0
Schjelderup ainda agora chegou ao Benfica e já sofre (grande) contratempo
Futebol

Schjelderup ainda agora chegou ao Benfica e já sofre (grande) contratempo

 

Icon Comentário0