Corner Left

Receba as principais notícias do Glorioso 1904 no seu WhatsApp!

WhatsApp Seguir

Futebol

SCHMIDT IMPLACÁVEL; “TUDO PODE ACONTECER” NO PLANTEL DO BENFICA JÁ EM JANEIRO

Treinador falou aos jornalistas

Roger Schmidt
Roger Schmidt

  |

Icon Comentário0

Roger Schmidt não teve dúvidas quando, na antevisão do próximo jogo frente ao Penafiel, para a Taça da Liga, os jornalistas lhe perguntaram sobre a possibilidade de André Almeida vir a estrear-se em campo esta época. Quanto a isso, o treinador foi implacável na resposta e apontou para janeiro, altura da época em que mudanças poderão ocorrer.

“Em janeiro tudo pode acontecer. Podemos fazer alguns ajustes. É normal entrarem e saírem jogadores, mas normalmente não acontecem grandes mudanças em janeiro. Tudo depende dos jogadores”, garantiu Schmidt.


Sobre a possibilidade da estreia de André Almeida esta temporada, Schmidt respondeu que“todos são opção. André Almeida faz parte do plantel e tenho de fazer escolhas para o onze inicial. Gilberto também está muito bem, era titular no início da época, depois passou para suplente porque Bah também estava muito bem. Neste momento, Gilberto é o substituto de Bah. André Almeida também pode jogar nessa posição. Amanhã vou tomar algumas decisões tendo em conta o futuro dos jogadores”.


O Benfica vai a jogo este sábado, 26 de novembro, frente ao Penafiel, no Estádio da Luz, pelas 20h45, numa partida que diz respeito à 2ª jornada da fase de grupos da Taça da Liga.

André Almeida – avaliado em 500 mil euros – ainda não tem registo de jogos esta época, no entanto, em 2021/2022 somou 26 jogos e um golo pelo Benfica.


Gilberto – avaliado em 6 milhões de euros – conta já com 19 jogos e dois golos esta temporada.

Bah – avaliado em 8 milhões de euros – desde que chegou ao Glorioso, em julho de 2022, já realizou 21 jogos e cinco assistências de águia ao peito.

NOTÍCIAS RELACIONADAS: 

Fotografia de Benfica 


Futebol

Médio formado no Benfica mete a 'boca no trombone': "Não jogava nem ia para o banco"

Futebolista deu uma entrevista recentemente onde desvendou ainda os planos das águias

Futebolista formado no Benfica deu uma entrevista recentemente onde desvendou ainda os planos das águias
Futebolista formado no Benfica deu uma entrevista recentemente onde desvendou ainda os planos das águias

  |

Icon Comentário0

Bernardo Silva, médio formado no Benfica, em entrevista ao meios oficiais do Manchester City, recordou a sua passagem pelo emblema da Catedral, garantindo que nem era opção, nem ia para o banco, sendo que a intenção principal das águias era mesmo um empréstimo. 

"Havia algumas dúvidas, porque entre os 13 e os 18 anos nem era titular ou ia para o banco. O Benfica queria emprestar-me a um clube mais pequeno de Lisboa. Eu era mais baixo, magro e lento do que os outros jogadores. Mas lutei e tentei o meu melhor para continuar. Tive a inspiração de uma equipa como o Barcelona, que tinha jogadores como Messi, Xavi, Iniesta e Pedro, todos jogadores baixinhos. Se eles conseguem, eu também consigo. Até mesmo o David Silva no City. Quando és jovem, tentas sempre ter essa esperança", começou por mencionar. 


"A partir do momento em que assinei o meu primeiro contrato profissional, a partir daí comecei a jogar de novo. Mudei-me para o Monaco, penso que estava num bom nível e comecei a acreditar que podia chegar a um nível muito bom. Nunca desisti, porque era o meu sonho. Mas quando duvidam de ti aos 14 anos, começas também a ter dúvidas. Não podia imaginar que ia chegar onde cheguei e estou muito feliz pela carreira que tenho", disse o futebolista formado no Benfica. 


"Não esperava, nem de perto, após sete anos, ganhar tantos títulos… seis anos e cinco Premier Leagues é o mais difícil neste país. Desde a primeira época que sinto isso. Nos primeiros seis meses não joguei assim tanto, por causa da adaptação e tudo, mas a partir da segunda época, a conexão começou a ficar muito forte", finalizou Bernardo Silva. 

Esta temporada, Bernardo Silva - avaliado em 80 milhões de euros - tem sido aposta regular de Pep Guardiola, somando 48 encontros nas pernas ao serviço dos cityzens, onde marcou 12 golos e efetuou 10 assistências. Na temporada passada, o atleta realizou 55 jogos, onde somou sete tentos e seis passes para golo.


Pelo Glorioso, o internacional português, que atuou com o Manto Sagrado desde 2002 a 2014, marcou presença em três partidas, atuando na formação principal das águias. No que toca à equipa B, o futebolista, que já garantiu que quer regressar a vestir de águia ao peito, alinhou em 38 embates, apontando sete golos.



Futebol

Ex vice-presidente do Benfica 'aponta mira' a Schmidt: "Exibições pouco convincentes e sem chama"

Antigo dirigente das águias recordou a primeira derrota da temporada, analisando a continuidade do técnico alemão

Antigo dirigente do Benfica recordou a primeira derrota da temporada, analisando a continuidade de Roger Schmidt
Antigo dirigente do Benfica recordou a primeira derrota da temporada, analisando a continuidade de Roger Schmidt

  |

Icon Comentário0

Rui Costa garantiu, na entrevista dada na passada quinta-feira, que Roger Schmidt vai continuar no comando técnico do Benfica. José Ribeiro e Castro, antigo vice-presidente do Glorioso, em declarações ao jornal A Bola, falou sobre a continuidade do treinador alemão. 

"O presidente é que tem todos os dados para avaliar e decidir, de forma ponderada, o processo desportivo e o contexto contratual, as expectativas para próxima época. Acredito que tenha tomado a decisão mais madura. Faço fé, mais a mais com a enorme experiência que Rui Costa tem, de que tomou a decisão acertada e que o Benfica terá pelo menos os êxitos da primeira época de Roger Schmidt", começou por mencionar.


"Espero isso e, como benfiquista, espero que seja até melhor. A decisão será testada logo no início da temporada, tenhamos consciência da realidade, pois o Benfica tem de entrar muito bem ou o clima da relação com a massa associativa pode deteriorar-se rapidamente. Desejo que não aconteça, mas temos de estar conscientes dessa realidade, sejamos capazes de analisar os erros", disse. 


"O primeiro jogo do campeonato passado foi perfeitamente desastroso, perder [2-3, com o Boavista] nos minutos finais depois de ter estado a ganhar... não há uma segunda oportunidade para causar uma primeira boa impressão. Depois, revelou fragilidade nas competições europeias, componente fundamental na história e no prestígio do Benfica", referiu o ex-dirigente. 

"Exibições na fase final da Liga Europa não convenceram, jogou mal. Os sócios enervam-se, não é tanto por perder, foram exibições pouco convincentes e sem chama. E Roger Schmidt tem problema com substituições acima do minuto 90 que as pessoas não percebem. O desempenho tem de melhorar logo no início da próxima época, o Benfica tem de encher o coração dos benfiquistas", concluiu José Ribeiro e Castro. 



Futebol

André Almeida, Pizzi e Rafa? Bruno Lage fala sobre trio do Benfica (Com Vídeo)

Antigo treinador das águias abordou um dos assuntos mais polémicos do universo encarnado em declarações recentes

Bruno Lage abordou 'polémica' no Benfica com Pizzi, Rafa e André Almeida
Bruno Lage abordou 'polémica' no Benfica com Pizzi, Rafa e André Almeida

  |

Icon Comentário0

Em conversa com o jornal Record, Bruno Lage, antigo treinador do Benfica, abordou um assunto que se tornou polémico no universo encarnado, aquando da sua saída. Jogadores como o Pizzi, Rafa e André Almeida foram vistos como culpados para o insucesso dos técnicos encarnados. 

"Quando percebi que isso estava a ser motivo de conversa, eu até em jeito de brincadeira criei um grupo de WhatsApp, ao qual chamei 'Canal Panda', fiz uma mensagem para todos a esclarecer o assunto", começou por revelar o ex-treinador do Benfica.


"Da minha parte, não haveria nenhuma intervenção pública, nem esclarecimento sobre o assunto. Eu sei o que é que eles tinham feito, em prol da equipa, em prol do Benfica, o Rafa, o Pizzi, os golos, as assistências, o André Almeida que jogou praticamente lesionado os últimos jogos da época, que o condicionou na recuperação da época seguinte", continuou o técnico português que recentemente esteve à frente do Botafogo, no Brasil.


"Por isso, aquilo não seria assunto para mim, porque eu sei perfeitamente aquilo que eles tinham feito por mim e aquilo que nós vivemos, quer do bom durante 13 meses, quer do mau nos últimos dois. Não era assunto para mim e para eles estarem de consciência tranquila que eu nunca iria pensar algo sobre eles", completou Bruno Lage.

É de referir que, no comando técnico do Benfica, Bruno Lage destacou-se com o facto de ter sido sucessor de Rui Vitória a meio da época e ter conseguido levar o Benfica ao primeiro lugar, recuperando uma vantagem de cerca de 10 pontos, conduzindo à Reconquista. 


Confira aqui as declarações de Bruno Lage:



envelope SUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Alemães entram em negociações com o Benfica por jogador 'descartado' por Schmidt, mas há um senão
Futebol

Alemães entram em negociações com o Benfica por jogador 'descartado' por Schmidt, mas há um senão

 

Icon Comentário0
Rui Costa decidiu: titular do Benfica não 'sobrevive' ao mercado e está na lista de saída
Futebol

Rui Costa decidiu: titular do Benfica não 'sobrevive' ao mercado e está na lista de saída

 

Icon Comentário0
Continuidade de Schmidt? Ex candidato à presidência do Benfica discorda de Rui Costa: "Tem tido..."
Futebol

Continuidade de Schmidt? Ex candidato à presidência do Benfica discorda de Rui Costa: "Tem tido..."

 

Icon Comentário0