Corner Left

Receba as principais notícias do Glorioso 1904 no seu WhatsApp!

WhatsApp Seguir

Clube

OFICIAL: SUPREMO ILIBA BENFICA E INTERDIÇÃO DO ESTÁDIO DA LUZ É LEVANTADA

O próximo encontro das águias está marcado para sexta-feira, na Catedral

Estádio da Luz edit (2)
Estádio da Luz edit (2)

  |

Icon Comentário0

A penalização do Benfica, com dois jogos de interdição na Luz, foi revogada pelo Supremo Tribunal Administrativo que confirmou, assim, a decisão do Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) e do Tribunal Central Administrativo Sul (TCAS), num castigo ao Clube, decidido em 2020.

A interdição, agora revogada, era referente a um jogo, em dezembro de 2019, entre o Benfica e o Braga, para a Taça de Portugal e, como avança o ‘Mais Futebol’, em causa estava o alegado apoio do Benfica a claques ilegais.


A decisão de interditar o Estádio da Luz, por duas partidas, ficou decidida em julho de 2020, pelo Conselho de Disciplina (CD), pese embora as águias tenham apresentado recurso para o TAD, que deu razão à formação encarnada. Mais tarde, o CD recorreu para o Tribunal Administrativo Sul e, após o recurso vir indeferido, seguiu para o Supremo Tribunal Administrativo que, em dezembro de 2022, encerrou o caso (três anos depois do jogo).


No acórdão do Supremo pode ler-se que “a FPF, perante a negação de provimento à sua apelação, vem pedir revista do acórdão do TCAS apontando-lhe erro de julgamento de direito” e que “defende que os factos provados preenchem o conceito legal de ‘apoio’, que os referidos grupos não estão registados - como determina a lei - e que a SAD Benfiquista não poderia ignorar que a sua conduta - ou ausência dela - consubstanciava uma violação dos deveres legais e regulamentares que sobre si impendiam, disso tendo resultado grave prejuízo para a imagem e bom nome da competição”.

O Glorioso tem, assim, a penalização revista e pode respirar de alívio, naquela que é a véspera do encontro com o Portimonense, no Estádio da Luz. O duelo diante dos algarvios está marcado para sexta-feira, dia 6 de janeiro, às 19h00.



Clube

De 35 para 50 milhões de euros! SAD do Benfica eleva montante da emissão de dívida

Clube da Luz comunicou decisão à CMVM, na quarta-feira, dia 17 de abril

Emissão de divida aumenta para os 50 milhões de euros
Emissão de divida aumenta para os 50 milhões de euros

  |

Icon Comentário0

A Sociedade Anónima Desportiva (SAD) do Benfica decidiu aumentar o valor da emissão da divida dos 35 milhões de euros para os 50 milhões, na passada quarta-feira, dia 17 de abril, o último dia permitido para o aumento da mesma.

As águias divulgaram a sua decisão à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), através de um comunicado oficial. A agência governamental rapidamente divulgou a decisão encarnada, destacando que o Glorioso realizou a sua decisão no limite do tempo.


Posto isto, a SAD do Benfica emite 10 milhões de obrigações, sendo que cada uma custa cinco euros. A CMVM revelou que o mínimo adquirível é de 50 títulos, que representa 2.500 euros. O juro aumenta então para os 5,1%, ganhando uma maturidade de emissão de três anos.


Além da oferta de subscrição, a operação vai contar uma oferta de troca, onde será possível substituir as obrigações que foram emitidas em 2021 e que tinham como prazo final 28 de julho de 2024. Estas obrigações em questão ficam com data de reembolso 23 de abril de 2027.

A SAD do Benfica afirma ainda que a operação vai reverter num elevado encaixe económico, avaliado em 48.382.770 milhões de euros. Todavia, será necessário esperar cerca de três anos para avaliar os resultados da nova emissão de divida.




Clube

Após proibição polémica, Movimento Servir o Benfica exige explicações: "Afronta aos valores..."

Comunicado foi emitido esta quarta-feira, dia 17de abril, através dos meios de comunicação

Movimento Servir o Benfica exige explicações
Movimento Servir o Benfica exige explicações

  |

Icon Comentário0

O Movimento Servir o Benfica voltou a pronunciar-se, esta quarta-feira, através de u comunicado oficial, expondo que dois associados do clube foram impedidos de marcar presença na  iniciativa organizada pelos encarnados para comemorar os 50 anos do 25 de abril, onde foi apresentado o livro 'A Cartilha da Benficofobia'. 

De acordo com o grupo de associados, o autor do livro, João Malheiro, terá convidado os dois adeptos acima mencionados, que acabaram por não conseguir marcar presença no evento público, que decorreu no Museu Cosme Damião. 


"No dia 16 de Abril, na tertúlia "Benfica Sempre pela Liberdade", iniciativa organizada pelo Clube para comemorar os 50 anos do 25 de Abril, foi apresentado o livro 'A Cartilha da Benficofobia’, escrito pelo consócio João Malheiro, sendo o prefácio da sua autoria", começou por referir . 


"De acordo com informação pública, dois associados, convidados pelo autor do livro para estar presentes nesta tertúlia, não foram autorizados a fazê-lo pelos serviços do Sport Lisboa e Benfica, o que não só é uma afronta aos valores do pluralismo que reconhecidamente marcaram a história gloriosa do Sport Lisboa e Benfica, como uma grave contradição ao espírito da própria iniciativa", completou o Movimento, que deixou em seguida algumas questões. 

"Na qualidade de sócios do Sport Lisboa e Benfica, foi com perplexidade, consternação e indignação que tomámos conhecimento deste facto. Assim, solicitamos a V. Exa. um esclarecimento urgente sobre os seguintes pontos: 1) Qual o motivo para o impedimento da presença destes associados? 2) Quem foi o responsável por esta decisão que conspurca a história de pluralismo do clube? A Direção? A Mesa da Assembleia Geral? O Conselho Fiscal? O Departamento de sócios? O Gabinete da Presidência? Um outro funcionário do clube?", questionou o Movimento Servir o Benfica


"A conquista da liberdade em Portugal foi feita há 50 anos, mas essa liberdade já existia no Sport Lisboa e Benfica desde a sua fundação, pelo que é inaceitável qualquer recuo ou tentativa de limitação dos direitos dos sócios por parte de qualquer Órgão Social ou funcionário do Sport Lisboa e Benfica", referiu. 

"As últimas duas décadas já foram suficientemente vergonhosas no que à democracia no Clube diz respeito e não podemos permitir um novo retrocesso. Solicitamos rápidos e urgentes esclarecimentos de V.Exa. e, confirmando se a veracidade dos factos, o afastamento imediato do responsável ou responsáveis por esta decisão. Quem não conhece a história do Clube não é digno de o representar, seja na qualidade de dirigente, atleta ou funcionário. Viva o Sport Lisboa e Benfica", concluiu o Movimento Servir o Benfica. 


Futebol

FORAM 'PERDOADOS'! CONSELHO DE ARBITRAGEM NÃO TEM SANÇÕES PARA CASO NA PARTIDA ENTRE BENFICA E CASA PIA

Lance foi de extrema dúvida, mas não vai resultar numa penalização

Equipa
Equipa

  |

Icon Comentário0

O polémico lance de Fresdrik Aursnes frente ao Casa Pia, onde o norueguês agarrou com a mão uma bola que já passava da linha lateral, no domingo passado, dia 17 de março, não vai sofrer qualquer tipo de sanção por parte do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, segundo garante o jornal Record.

O lance poderia resultar em penalizações à equipa de arbitragem, que tinha no VAR Rui Oliveira, mas o Conselho de Disciplina considera o lance totalmente legal. É de recordar que a única câmara capaz de ajudar os juízes numa decisão como esta é a de fora de jogo, que pode facilmente influênciar o árbitro pela negativa devido ao ângulo de filmagem.


O próprio jornal Record divulgou algumas imagens, na passada segunda-feira, dia 18 de março, onde é visível que o camisola 8 das águias não cometeu grande penalidade. Todavia, não deixa de ser um lance de extrema imprudência por parte do experiente norueguês.

Fredrik Aursnes - avaliado em 20 milhões de euros pelo site Transfermarkt - conta com 45 encontros disputados ao serviço do Benfica esta temporada em seis posições diferentes, sendo a maior parte deles como lateral direito. O norueguês leva quatro golos e nove assistências.


No que respeita à temporada passada, altura em que se estreou no emblema da Luz, tendo chegado no mercado de transferências de verão, a troco de 13 milhões de euros, o camisola 8 alinhou em 42 partidas, registando três tentos e servindo os colegas em três ocasiões.


envelope SUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Após receção ao Sporting, Conselho de Disciplina faz cofres do Benfica 'tremer' com multa pesada
Clube

Após receção ao Sporting, Conselho de Disciplina faz cofres do Benfica 'tremer' com multa pesada

 

Icon Comentário0
Telmo Correia abandona SAD do Benfica, após assumir novas funções governativas
Clube

Telmo Correia abandona SAD do Benfica, após assumir novas funções governativas

 

Icon Comentário0
Última Hora: Com José Mourinho apontado ao lugar de Roger Schmidt, Benfica reage com comunicado
Clube

Última Hora: Com José Mourinho apontado ao lugar de Roger Schmidt, Benfica reage com comunicado

 

Icon Comentário0