Logotipo Glorioso 1904

Receba as principais notícias do Glorioso 1904 no seu WhatsApp!

Seguir
Futebol

FORMA DE PAGAMENTO ATRASA NEGOCIAÇÕES POR FUTURO REFORÇO DO BENFICA; RUI COSTA TEM DE ABRIR OS CORDÕES À BOLSA

Conversações pelo alvo das águias vão bem encaminhas, porém ainda estão alguns detalhes por afinar

Rui Costa e Roger Schmidt
Rui Costa e Roger Schmidt

  |

Icon Comentário0

Afinal havia outra: apesar das negociações entre Benfica e Boavista por Pedro Malheiro, alvo dos encarnados para janeiro, estarem ‘de vento em popa’, a verdade é que as águias ainda não fecharam negócio com os axadrezados. 

Segundo adianta, esta segunda-feira, dia 11 de dezembro, o jornal português Record, o acordo entre ambas as partes ainda não foi alcançado e isso ficará a dever-se com forma de pagamento da transferência do lateral-direito. 


Atente-se que, tal como deu conta o nosso Jornal, numa fase inicial das conversações, as panteras apenas equacionavam vender o defesa português a troco de 6 milhões de euros. Contudo, ao que parece, ambas as partes terão chegado a acordo e o emblema do Norte terá ‘cedido’. 


De recordar que, Alexander Bah é o único lateral-direito de raiz no plantel das águias, sendo que, na ausência do dinamarquês por lesão, o médio Fredrik Aursnes tem sido adaptado no respetivo flanco, sendo por isso a contratação de um defesa destro uma prioridade que já surge desde o verão. 

Pedro Malheiro - avaliado em 4 milhões de euros - sofreu uma lesão na presente temporada, ainda assim, marcou presença em oito encontros, onde apontou dois tentos e protagonizou uma assistência. Na passada época, alinhou em 36 partidas, tendo realizado seis passes para golo.



Futebol

ADVERSÁRIO DO BENFICA ANALISA VITÓRIA SOBRE O PORTIMONENSE! JOGO FICA DECIDIDO EM LANCES CLAROS: "FICÁMOS FORA DO JOGO"

Clube da Luz venceu duelo por 4-0, no passado domingo, dia 25 de fevereiro

Equipa
Equipa

  |

Icon Comentário0

O treinador do Portimonense, Paulo Sérgio, analisou o encontro diante do Benfica, no passado domingo, dia 26 de fevereiro, na conferência de imprensa de pós-jogo à vitória encarnada diante dos algarvios, onde o Glorioso venceu por 4-0.

"Duas realidades distintas, duas estratégias distintas, onde a nossa foi eficaz no primeiro tempo, em que defendemos bem e tivemos uma mão cheia de saídas perigosas para a baliza adversária. No segundo tempo entrámos na mesma toada, mas sofremos três golos em quatro minutos e ficámos fora do jogo", analisa o treinador português.


"É preocupante, não é a primeira vez que acontece. Parece que queremos logo resolver a situação em 30 segundos mal sofremos o golo e a equipa perde a posição no campo. Perde-se organização e perde-se o jogo. É assunto para falar internamente, porque não se pode ter estes comportamentos", acrescentou em relação à resposta da sua equipa ao golo sofrido.


"No primeiro tempo, que me lembre, temos cinco boas aproximações à baliza de Trubin, mais alguns remates no segundo tempo, não são assim tão poucos para quem joga na Luz. A estratégia era clara, defender bem, foi conseguido algumas vezes no primeiro tempo, mas, no segundo, aqueles quatro minutos fizeram descambar o jogo", terminou Paulo Sérgio.

A equipa de Roger Schmidt volta a entrar em campo na próxima quinta-feira, dia 29 de fevereiro, para defrontar o Sporting na primeira mão da meia-final da Taça de Portugal. O dérbi eterno será disputado em Alvalade e tem arranque marcado para as 20h45.



Futebol

TRÊS GOLOS EM QUATRO MINUTOS FORAM CARRASCOS! ATLETA DO PORTIMONENSE 'CULPA' EQUIPA POR GOLEADA DO BENFICA: "FALTA DE ATENÇÃO"

Águias venceram os algarvios por 4-0, no passado domingo, dia 25 de fevereiro

Equipa, Portimonense
Equipa, Portimonense

  |

Icon Comentário0

O defesa-central do Portimonense, Pedrão, foi o atleta a comparecer na zona de entrevistas rápidas no fim do duelo com o Benfica, que terminou com a vitória encarnada por 4-0. O brasileiro referiu que a sucessão de golos sofridos em poucos minutos tem sido um problema dos algarvios durante toda a época.

"Mais uma vez fizemos uma boa parte e na segunda, em cinco minutos, sofremos três golos. Aconteceu três ou quatro vezes na época, uma falta de atenção da nossa parte e isso condiciona todo o trabalho", começou por afirmar o camisola 44 dos algarvios. 


O atleta destaca ainda a complexidade de marcar vários golos no Estádio da Luz: "Depois de sofrer 3 golos dificilmente conseguimos fazer 4 aqui". De recordar que o Benfica marcou três golos em somente quatro minutos, entre o minuto 54' e o 58'.


"Sabemos que os próximos jogos vão ser muito difíceis. A abordagem é pensar em ganhar todos os jogos que temos a partir daqui. Sei que é difícil mas vamos tentar", terminou o defesa-central, já olhando aos compromissos da sua equipa.

A equipa de Roger Schmidt volta a entrar em campo na próxima quinta-feira, dia 29 de fevereiro, para defrontar o Sporting na primeira mão da meia-final da Taça de Portugal. O dérbi eterno será disputado em Alvalade e tem arranque marcado para as 20h45.



Futebol

SEM MOTIVOS PARA QUEIXAS! GOLEADA DO BENFICA DIANTE DO PORTIMONENSE FOI 'LIMPINHA'

Águias conquistaram os três pontos de forma justa e com verdade desportiva

Equipa
Equipa

  |

Icon Comentário0

A vitória do Benfica diante do Portimonense, por 4-0, no passado domingo, dia 25 de fevereiro, contou com a arbitragem de Miguel Nogueira, que fez um bom trabalho, segundo afirmam os especialistas do jornal Record, Jorge Faustino e Marco Ferreira.

"Trabalho discreto e seguro em jogo sem lances difíceis. O mérito esteve em não complicar. Boa arbitragem", começa por afirma Jorge Faustino. "Decidiu bem os lances nas áreas mantendo o controlo do jogo a nível técnico e disciplinar. Beneficiou da correção dos jogadores num jogo onde teve o mérito de não complicar. Bem auxiliado.", sustenta Marco Ferreira. 


Jorge Faustino avalia mão dentro da grande área algarvia (43'): "Gonçalo Costa cabeceou a bola para a sua mão esquerda quando o braço estava levantado, mas em posição natural para o movimento que fazia. Situação tipificada como mão não deliberada. Sem penálti". Marco Ferreira partilha da opinião do colega: "Lance na área do Portimonense, com Gonçalo Costa a cabecear a bola com esta a bater no seu braço de forma involuntária e sem infração. O defesa tem o braço em posição normal para o movimento que está a fazer. Boa decisão".


Os especialistas seguem com mais um lance de dúvida na área do Portimonenese (74'): "Tamble Monteiro conseguiu intercetar o cruzamento usando o peito. A bola desceu e bateu na sua mão esquerda quando o braço estava encostado ao corpo em posição natural. Sem penálti", começa Jorge Faustino."Lance na área do Portimonense com Monteiro a intercetar a bola com o seu peito, com esta a descer ao longo do seu corpo e a contactar com o braço de forma involuntária e sem infração. Boa decisão", fundamenta Marco Ferreira.

Terminam sobre uma possível penalidade a favor do Portimonense (77'): "António Silva e Guga tocaram os dois na bola e houve contacto entre os pés de ambos. Atacante aproveitou contacto fortuito para exagerar na queda. Sem penálti", afirma Jorge Faustino. "Lance na área do Benfica, com António Silva a disputar a bola com Guga. Ambos jogaram a bola sendo o contacto posterior perfeitamente normal e sem infração. Boa decisão", termina Marco Ferreira.



envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Futebol

SEM MOTIVOS PARA QUEIXAS! GOLEADA DO BENFICA DIANTE DO PORTIMONENSE FOI 'LIMPINHA'

 

Icon Comentário0
Futebol

EXCLUSIVO GLORIOSO 1904 - RUI COSTA QUER ANTIGO PONTA-DE-LANÇA DO PORTO NO BENFICA! ATLETA TEM MAIS GOLOS QUE JOGOS

 

Icon Comentário0
Futebol

JOÃO NEVES E ANTÓNIO SILVA APLAUDIDOS NO ESTÁDIO DA LUZ! ADEPTOS DO BENFICA FIZERAM HOMENAGEM AOS JOVENS

 

Icon Comentário0